terça-feira, 18 de janeiro de 2022

Docente diz que rezou e Bolsonaro anunciará reajuste da categoria



Em Carta Aberta enviada ao Dever de Classe, educadora afirma que o presidente é "guiado por Deus" e "não decepcionará os profissionais da Educação". "Anuncio do aumento de 33,23% será em breve", destaca.

Educação | Em Carta Aberta enviada ao Dever de Classe, a professora aposentada curitibana Raquel C F Aragão diz que rezou e Bolsonaro anunciará oficialmente o reajuste de 33,23% para o magistério. A docente afirma que "o presidente é guiado por Deus e não decepcionará os profissionais da Educação". "Anúncio do aumento será em breve", destaca. Confira, após o anúncio.

A Carta Aberta da professora

Caros colegas do Dever de Classe,

Vivemos um momento de expectativa em relação ao nosso reajuste do magistério. Até agora nenhum prefeito ou governador cumpriu o aumento de 33,23% previsto para este ano de 2022.

Quero aqui lançar uma palavra de otimismo e esperança sobre essa questão: em breve, muito em breve este reajuste acontecerá.

Como temente ao Nosso Criador, rezei para o que nosso Excelentíssimo Senhor Jair Messias Bolsonaro, o nosso capitão e líder máximo do país, divulgue esse aumento o mais rápido possível. 

E os dois irão nos atender. Jair Messias Bolsonaro é guiado por Deus e não decepcionará os profissionais da Educação.

Tenhamos fé, paciência e acreditemos em nossos salvadores. Na Terra, Bolsonaro é nossa única esperança.

Fiquemos em paz. Obrigado.

Curitiba, 17 de janeiro de 2022.

Raquel C F Aragão

A opinião do Dever de Classe

Respeitamos a fé dessa nossa colega professora. Em nossa opinião, contudo, professores terão que ir além de reza para receber o reajuste a que têm direito. É bom começar também a pensar em greve.

Nenhum comentário:

Postar um comentário