sexta-feira, 22 de outubro de 2021

DEPOIS DE MANIFESTO DA EDUCAÇÃO PREFEITURA VOLTA ÀS NEGOCIAÇÕES.


Aconteceu na manhã desta sexta-feira 22 de outubro, a reunião de conciliação entre os membros da Prefeitura de Tarauacá (assessoria jurídica na pessoa do Dr. Emerson Soares e Dra. Samara Aguiar) do Poder Judiciário na pessoa do Des. Laudivon Nogueira, Ministério Público na pessoa do Procurador de Justiça Cosmo Lima e os membros do Sinteac, professor Lauro Benigno (presidente), Joao Maciel, o advogado Antônio Medeiros Junior.

Na pauta estava a continuação ou suspensão da GREVE, na audiência foi acordado a suspensão do Movimento Grevista por 15 dias e aberta as negociações novamente, com reunião marcada para o dia 25/10/2021, e rediscussão das pautas ora apresentadas pela categoria.

O sinteac irá convocar ainda na semana que vem uma nova Assembleia Geral da categoria, para traçar os novos encaminhamentos, no entanto ficou acertado que:

• O movimento grevista será suspenso pelo período de 15 dias, e será montada uma nova agenda de reuniões, onde será trabalhado melhorias aos trabalhadores em Educação no PCCR.

• Que será pago um abono aos professores.

• Que o valor e a forma do pagamento do abono, serão discutidos nessa comissão, mas que acontecerá no dia 28 de outubro dia do servidor público, onde será rateado entre os professores de tal forma que alcance o mínimo de 70% do FUNDEB.

• A Comissão discutirá a possibilidade de imediato pagamento do Piso Nacional e do Quinquênio.

• Que será apresentado uma proposta de ganho aos servidores de apoio administrativo, sendo que estes não contam dentro dos 70% do magistério.

• Que o arrecadado do FUNDEB nos meses seguintes, também será rateado entre os professores até o dia 31 de dezembro de 2021.

• Que será visto a legalidade do aumento do auxílio alimentação para toda a categoria.

Destacamos a medição da justiça para que as negociações voltem. Ao mesmo tempo parabenizamos todos os trabalhadores em educação pela luta em defesa de seus diretos e na busca das melhores condições de trabalho, indo às ruas de Tarauacá, e ao realizar um ato público em frente à prefeitura, protestando por seus direitos e contra a suspensão das negociações por parte da prefeitura.

Esperamos que a partir de agora as negociações avancem ainda mais. Porém, destacamos que se até o dia 28 (dia do servidor público) não houver uma proposta que contemple os servidores de apoio administrativo, está mantida a manifestação do dia 28. " Muitos dos nossos servidores de apoio estão vendendo salgadinhos, fazendo faxinas, lavando roupas, etc. para conseguir sustentar suas famílias, diante desse cenário, não podemos fechar uma negociação sem olhar para tais profissionais como uma questão de justiça e humanidade”. Destaca o presidente Lauro Benigno.

O Sinteac sempre esteve disposto a discutir e buscar um acordo, e mais uma vez afirmamos que nosso movimento e nossas pautas são legítimos e legais.

Sinteac – Tarauacá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário