sexta-feira, 14 de maio de 2010

SINTEAC DE TARAUACÁ FIRMA PARCERIA COM O MINISTÉRIO PUBLICO E PODER JUDICIÁRIO

O representante do Sinteac professor João Maciel, esteve hoje no fórum local para assinar um termo de cooperação técnica entre Ministério Público e Poder Judiciário para promover aulas de violão e teclado a menores infratores e reeducandos, estiveram presentes a juíza de direito Drª Andréia da Silva Brito e a promotora Drª Eliane Misae Kinoshita. 
O Sindicato dos Trabalhadores em Educação – Sinteac, além da luta política em defesa dos Trabalhadores em Educação, tem se dedicado à promoção de outras atividades sociais, esportivas e culturais que possam estar ajudando aos seus associados e dependentes, assim como também de toda população tarauacaense em parceria com a rádio comunitária Nova Era FM. 
Promover aulas de música violão e teclado para os associados é de extrema importância. Muitos associados e associados, bem que gostariam de aprender tocar um instrumento, o que falta é oportunidade e também resolvemos estender aos dependentes (filhos de sócios), entendemos que é importante ocupar o tempo em que crianças, adolescentes e jovens não estão na escola do ensino regular. E o nosso projeto se propõe a ocupar o tempo dessa juventude com atividades saudáveis e que possam contribuir para a sua cultura. 
Pretende-se também e, principalmente, revelar os talentos que poderão despertar a partir da implantação do projeto. 
Neste caso em especial observando a falta de atividades voltados para a juventude de Tarauacá e principalmente do alto índice de criminalidade na juventude Tarauacaense, tivemos uma conversa como Ministério Público e o Poder Judiciário e em comum acordo resolvemos disponibilizar e oferecer estas atividades aos reeducandos menores que cometeram alguma inflação e estão cumprindo pena judicial, procurando a ressocialização destes e posteriormente     melhorar sua auto estima, bem como ocupar o tempo dessas pessoas com atividades saudáveis. 
Fato este que nos deixa muito feliz em estar podendo contribuir com a sociedade Tarauacaense. O que nos faz entender que nada mais estamos fazendo do que exercendo a nossa cidadania.

Nenhum comentário:

Postar um comentário