quinta-feira, 8 de setembro de 2016

DIRETORES PODERÃO FAZER UMA PARALISAÇÃO DE ADVERTÊNCIA POR NÃO RECEBER A 2ª PARCELA DO PAFE


Na última sexta feira(09) os gestores das escolas da Rede Municipal se reuniram no SINTEAC - Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre para deliberarem sobre uma paralisação de advertência das atividades escolares.
Segundo os gestores não está havendo o cumprimento da Lei municipal 654/2008 de autoria do professor e ex-vereador "Cabo Orlando" que institui o Programa de Autonomia Financeira nas Escolas Municipais (PAFE) e que faz dois repasses anuais às escolas que apresentarem Plano de Ação e fizerem a prestação de contas de forma correta. Os recursos serão destinados às escolas urbanas da rede municipal de ensino e conforme Instrução Normativa, deverá ser gasto 30% em despesas de capital e 60% em custeio e 10% Eventos da Instrução.

"Já fizemos a prestação de contas da 1ª parcela recebida pela escola, e , mesmo a secretaria de educação analisando a prestação de contas dando parecer favorável, não liberou a 2ª parcela, o que já era para ter sido realizada, "disse o gestor da Escola Alcilene Calixto, Alexsandro de Souza Bispo.

"As escolas não têm como funcionar sem a liberação dessa 2ª parcela pois precisamos comprar gás para fazer a merenda, materiais de expediente e materiais de limpeza. Para manter o funcionamento da escola estamos comprando material fiado, e, é por isso que ainda não fecharam," disse o gestor da Escola Valdina Torquato, Valter Júnior. 

Os gestores decidiram que se até quarta feira(14/09) não receberem a segunda parcela, paralisarão suas atividades na quinta feira(15/09).

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

ELEIÇÕES PARA A ESCOLHA DA DIRETORIA ESTADUAL ACONTECE HOJE(31)

Acontece hoje(31) a eleição para saber que irá comandar pelos próximos quatro anos o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre - SINTEAC. Professores e servidores da educação associados ao SINTEAC de todos os municípios do Estado poderão dar seu voto para uma das três chapas que concorrem ao comando do Sindicato dos Trabalhadores em Educação.

Para a votação em Tarauacá serão disponibilizadas 3 urnas: Uma fixa na sede do SINTEAC e duas itinerantes que passarão nas escolas das rede municipais e estaduais. O filiado tem que se chegar aos locais de votação portando um documento oficial com foto e o contracheque do mês de julho. Os servidores aposentados associados também podem participar do processo.

As urnas itinerantes passarão nas escolas de acordo com os turnos que funcionam. Nas escolas afastadas da cidade e que estão localizadas no perímetro rural os servidores tem que se dirigir até a sede do SINTEAC para votar, pois a votação estará disponível até as 20h:00. 

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

ELEIÇÕES: Regimento Eleitoral para as Eleições da Diretoria do SINTEAC Quadriênio 2016/2020


Regimento Eleitoral para as Eleições da Diretoria do SINTEAC
 Quadriênio 2016/2020
Das eleições
Artigo 1º - A eleição do SINTEAC é normatizada pelo Estatuto do sindicato e    pelo presente Regimento Eleitoral.
Artigo 2º - A eleição deverá ser convocada pela presidência do Sindicato para o mês de agosto, sendo que o edital de convocação da eleição será publicado conforme Art. 52 do Estatuto Social 45 dias antes da eleição.

Artigo 3º - A Eleição do SINTEAC visa eleger os membros da Diretoria estadual e Conselho Fiscal, conforme Art. 21 para o mandato de 4 (quadro) anos.

Artigo 4º - A eleição para a Diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre – SINTEAC, referente ao mandato do período de setembro/2016 a setembro de 2020, realizar-se-á no dia 31 de agosto de 2016, no horário das 08h às 20h., mediante o voto direto e secreto dos                    membros associados, nos termos e condições estipulados no capitulo VI do Estatuto Social da entidade.

Artigo 5º - Conforme Art. 53 a apuração deve ser realizada imediatamente após encerramento da votação. A apuração ocorrerá na sede administrativa do SINTEAC – sito Avenida Marechal Deodoro n.º 747 – Centro/Ipase.

Artigo 6º - De acordo com Art. 63 do Estatuto Social da entidade, a comissão eleitoral expedira normas especificadas com todos os critérios eleitorais, pelo menos 20 (vinte) dias antes da eleição. Divulgará o regimento eleitoral e fixará e divulgará, os locais de votação, que poderá ser escola, por região, ou por urna itinerante.
Das chapas
Artigo 7º - Poderá concorrer à eleição para a diretoria do SINTEAC, todos os trabalhadores a ele filiados no mínimo doze meses antes da eleição, inscrito em chapa completa, de acordo com o Art. 7º do Estatuto Social.
Parágrafo Primeiro - Em caso de não desconto em folha de pagamento, será permitido o pagamento de mensalidade do sindicalizado de maneira avulsa e mensal na tesouraria do sindicato, até o quinto dia último do mês subsequente, de acordo com o Art. 7º do Estatuto Social.
Parágrafo Segundo - Os sindicalizados que queiram candidatar-se devem apresentar chapa completa para efeito de inscrição no mínimo 10 (dez) dias antes da eleição, junto à comissão eleitoral, de acordo com Art. 56 do Estatuto Social.
Parágrafo Terceiro – As inscrições iniciaram dia 12 de agosto e se encerraram dia 22 de agosto. A comissão eleitoral receberá as inscrições na sede administrativa do SINTEAC, sito – Avenida Marechal Deodoro - 747 - Bairro Centro no horário de 08h00 as 12h00 e das 14h00 às 17h30h.
Parágrafo Quarto - De acordo com o Art. 19 – A diretoria será composta por 18 (dezoito) membros, com títulos de:
I – Presidente;
II – Vice-Presidente;
III – Secretario/a Geral;
IV – Diretor/a Financeiro/a;
V – Diretor Adjunto de Finanças;
VI – Diretor/a de Organização Social;
VII – diretoria de Assuntos Sindicais;
VIII – Diretor/a de Ensino Particular;
IX – Diretor/a de Assuntos Jurídico e Legislativo
X – Diretor/a da Saúde do Trabalhador;
XI – Diretor/a de Tecnologia da Informação, Imprensa e Divulgação;
XII – Diretor/a de Formação;
XIII – Diretor/a do Departamento de Professores;
XIV – Diretor/a do Departamento de Funcionários Administrativo da Educação;
XV – Diretor/a de Aposentados e Assuntos Previdenciários;
XV – Diretor/a de Ensino do Campo;
XVII – Diretor/a da Mulher trabalhadora;
XVIII – Diretor/a de Apoio aos Municípios;

Parágrafo Quinto - De acordo com o Art. 21, serão eleitos/as 05 (cinco) suplentes.

Parágrafo Sexto - De acordo com o Art. 47, o Conselho Fiscal é composto de 03 (três) membros efetivos e 03 (três) suplentes, eleitos junto com a diretoria.

Parágrafo Sétimo - No ato da inscrição deverá ser apresentada cópia dos seguintes documentos de todos os componentes da chapa: CPF, RG, comprovante de filiação de um ano (emitido pelo setor responsável do SINTEAC), comprovante de endereço, cartão do PIS/NIS, termo de posse e requerimento de candidatura preenchido e assinado pelo candidato a diretoria.
Parágrafo Oitavo - Será expedida uma certidão de quitação de regularidade pela secretaria de finanças do SINTEAC, para fins de inscrição de chapa.
Parágrafo Nono - Em hipótese alguma, será permitida inscrição de nenhum chapa que não esteja de acordo com o estatuto do sindicato, notadamente com o preenchimento de todos os cargos em disputa, tanto da diretoria e suplência quanto do conselho fiscal.
Parágrafo Décimo - O sindicalizado poderá candidatar-se à Diretoria do SINTEAC, desde que comprove, por meio da apresentação do respectivo contracheque (julho de 2016), a não sindicalização a outra entidade sindical da mesma base, não fira os interesses do sindicato e não exerça cargo de confiança de qualquer esfera de governo de acordo com Art. 7º do Estatuto social.

Parágrafo Décimo Primeiro – após ser encerrado o prazo de inscrição das chapas não será permitido fusão entre estas no decorrer do processo.
Parágrafo Décimo Segundo – eventuais substituições de membros das chapas poderão ocorrer até 48 (quarenta e oito) horas antes das eleições, desde que por motivo de força maior, (as situações elencadas no parágrafo nono não se aplicam a força maior citada neste artigo), devidamente documentado, no máximo dois membros de cada chapa.
Parágrafo decimo Quarto – o número das chapas deverá obedecer à ordem de inscrições e não a sorteio.
Parágrafo decimo Quinto - Em caso de chapa única, será necessária a obtenção de 50% (cinquenta por cento) mais 01 (um) dos votos válidos, com a opção de sim ou não na cédula de votação.

Parágrafo decimo Sexto - – É vedado a participação no conselho fiscal de membros da diretoria do SINTEAC e de membros da diretoria dos núcleos, ou de seus parentes até segundo grau, bem como de cônjuges ou companheiros

Artigo 8º - E assegurada a toda chapa devidamente inscrita todas as informações necessárias a realização do pleito, bem como a atualização igualitária dos recursos destinados as eleições, sob a responsabilidade de comissão eleitoral.
Parágrafo primeiro: todas as solicitações das chapas devem ser feitas em escrito, assim como a resposta dada pela comissão eleitoral
Da comissão Eleitoral
Artigo 9º - A comissão eleitoral de acordo com o Art. 62, será formada por cinco sindicalizados em dias com suas obrigações, com direito a voz e voto, entre os quais um presidente, e mais 02 (dois) suplentes.

a)    Um presidente.
b)    1º secretário.
c)    3º dois membros efetivo.
d)    Dois suplentes.
Parágrafo Primeiro – a comissão eleitoral funcionará na sede administrativa do SINTEAC, sito – Avenida Marechal Deodoro - 747 - Bairro Centro no horário de 08h00 as 12h00 e das 14h00 às 17h30h.
Parágrafo Segundo: O presidente da Comissão Eleitoral deverá nomear um suplente para compor os trabalhos, sempre que houver a ausência de qualquer um dos membros efetivos, desde que esteja presente o substituto, caso contrário os trabalhos serão conduzidos com no mínimo três membros.
Parágrafo terceiro: O membro da Comissão Eleitoral que faltar a três reuniões seguidas, ou cinco intercaladas será destituído por ato da presidência, com a imediata convocação e efetivação do suplente.
Parágrafo quarto: Qualquer chapa que sinta violado os seus direitos pelas decisões da Comissão Eleitoral poderá recorrer em até 48 (quarenta e oito horas) por ato do presidente candidato, a assembleia geral, por requerimento dirigido a Comissão Eleitoral, que terá poderes específicos para convocar, que se realizara até 10 (dez) dias.
Compete a Comissão Eleitoral
Artigo 10º determinar o modelo da cédula eleitoral
a) elaborar o regimento eleitoral;
b) formar as subcomissões eleitorais na capital;
c) providenciar relação dos sindicalizados a aptos a votar;
d) determinar os locais das seções conforme o estatuto;
Das Subcomissões Eleitorais
Artigo 11º as subcomissões serão formadas por dois membros efetivos e um suplente, assim compostas;
a)    Um presidente
b)    Um secretário
c)    Um suplente
Parágrafo Primeiro - nos municípios, as subcomissões serão organizadas e nomeadas pela diretoria dos núcleos do SINTEAC conjuntamente com a comissão.
Parágrafo segundo – todos os membros das subcomissões têm direito a voto.
Parágrafo Terceiro - Os membros das chapas concorrentes não poderão fazer parte das subcomissões eleitorais
Parágrafo Quarto – As subcomissões podem ser compostas pelos funcionários do sindicato, em urnas itinerantes.
Competem as Subcomissões
Artigo 12º dirigir os trabalhos da mesa, no dia da eleição.
a)           Ao presidente de mesa compete assinar conjuntamente com o secretário, as cédulas eleitorais.
b)           Ao secretario compete elaborar a ata no termino da votação e assinar juntamente com o presidente, em seguida encaminhá-la para a comissão eleitoral, conjuntamente com todo material da eleição;
c)            Informar a comissão eleitoral e registrar em ata, qualquer eventualidade ocorrida.
Dos eleitores
Artigo 13º - De acordo com o Art. 59, terá direito a votar na eleição, todo o sindicalizado quite com a secretaria de finanças, que tenha se sindicalizado no mínimo 60 dias antes da eleição e não tenha nenhum atraso no pagamento nos últimos dois meses anteriores à eleição, comprovado pelo contracheque (mês de julho), e ainda:

a)     Que o nome não conste na relação dos votantes, devendo o eleitor identificar-se com um documento oficial com foto e contracheque de julho.
b)     Para os sócios cujos nomes não constem na relação de votantes, haverá uma folha a parte, podendo votar desde que comprove ser sindicalizado, neste caso apresentar contracheque do mês julho de 2016 em que consta a contribuição para o SINTEAC, ou recibo emitido pelo sindicato;
c)     Na folha acima citada, a mesa receptora de votos deverá fazer o constar o nome do eleitor, sua assinatura e o nome da escola onde o mesmo é lotado, podendo o eleitor votar somente se a escola pertencer àquela seção eleitoral.
d)     O voto em transito será permitido em urna especifica, para os associados de outras localidades, devendo o eleitor identifica-se com um dos documentos citados na letra ”a” do presente artigo e comprovar ser sócio da entidade apresentando contracheque de julho de 2016 em que figure o desconto para o sindicato ou recibo emitido pelo SINTEAC, o nome deverá ser incluído na folha a parte.
e)     Quando do exercício do voto fora da lista de votantes, a subcomissão lançará o nome do eleitor em lista especifica na comissão eleitoral central, para registro.
f)      Em todos os casos de voto que não esteja na lista de votante, haverá a previa conferencia do registro, para evitar votos em duplicidade.
Artigo 14 - O eleitor quando não em trânsito, votara exclusivamente em sua seção eleitoral.
Dos votos
Artigo 15 -  serão considerados validos os seguintes votos;
a)    Todos aqueles que forem marcados no interior dos quadrinhos da cédula;
b)    Os votos marcados em outro local da cédula, mas que fique claro a intenção do voto;
Parágrafo único - Não haverá voto por procuração.
Artigo 16 -  serão considerados nulos;
a)     Os votos em que o eleitor assinalar mais de um quadrinho;
b)     Os votos em que o eleitor escrever palavra, frases, desenhar, ou que haja identificação do eleitor.
c)     Votos que contenham ofensas, palavras injuriosas ou de conotação racista.
DOS LOCAIS DE VOTAÇÃO
Artigo 17 - A comissão eleitoral determinará os locais de votação na capital.
Parágrafo único - Nos municípios os locais de votação ficam a critério dos núcleos, em comum acordo com a comissão eleitoral.
DOS FISCAIS DAS CHAPAS
Artigo 18 - Cada chapa concorrente poderá indicar fiscais para acompanhamento da eleição, devendo os mesmos serem filiados à entidade, e serão identificados por meio de crachá fornecido pela comissão eleitoral.
Parágrafo Único - Os fiscais de cada chapa deverão identificar–se perante subcomissão, sendo que na elaboração da Ata da eleição constará o nome e assinatura dos fiscais presentes. Poderá permanecer na seção eleitoral apenas um fiscal de cada chapa.
DA PROPAGANDA ELEITORAL
Artigo 19 - No dia da eleição, fica proibido qualquer propaganda eleitoral a 50 (cinquenta) metros de distância da urna, sendo que a violação de tal preceito deve ser relatada na ata de votação identificando a chapa que realizou.
DA APURAÇÃO GERAL DOS VOTOS
Artigo 20 - A apuração dos votos será organizada da seguinte forma;
a)    Na capital os votos serão apurados na sede do sindicato.
b)    Nos demais municípios os votos serão apurados no local estabelecido pela diretoria do núcleo dos sindicatos, em comum acordo com a comissão e subcomissão eleitoral;
c)    Os núcleos dos municípios deverão após a realização da eleição, comunicar a comissão eleitoral extraoficialmente, por telefone ou outro meio de comunicação, o resultado final da eleição e, em 24 horas encaminhar a Ata acompanhada de todo o material da eleição.
d)    Após a soma total dos votos a comissão eleitoral divulgará extraoficialmente o resultado da eleição;
e)    Após o recebimento e a conferencia de todo o material da eleição do interior (município) a comissão eleitoral divulgara oficialmente o resultado da eleição.
DOS RECURSOS
Artigo 21 - Quaisquer recursos a ser impetrado pelas chapas concorrentes serão recebidos pela comissão eleitoral em até 48 horas após a divulgação oficial do resultado da eleição.
Parágrafo único - Os recursos serão julgados pela comissão eleitoral até 48 (quarenta e oito) horas úteis após o recebimento de recurso em tempo hábil.
DOS CASOS OMISSOS
Artigo 22 - Os casos omissos serão decididos pela comissão eleitoral.
DA POSSE DA NOVA DIRETORIA
Artigo 23 - A posse da nova Diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre – SINTEAC será efetuada no quinto dia útil após o resultado oficial da eleição às 09h00min, na Sede Administrativa do Sindicato, localizado na rua Marechal Deodoro 747 – Centro.

Rio Branco – Acre, 05 de agosto de 2016.


sábado, 13 de agosto de 2016

COMEMORAÇÃO DO DIA DOS PAIS


Diretoria do Sinteac em Tarauacá, promove café da manhã e sorteio de prêmios para homenagear os pais que são associados na entidade.


Mais fotos AQUI

terça-feira, 9 de agosto de 2016

SINTEAC VAI COMEMORAR DIA DOS PAIS


A direção do Sinteac em Tarauacá vai oferecer um café da manhã e sortear vários prêmios em comemoração ao dia dos pais que são associados da entidade. A homenagem acontecerá neste sábado, 13 de agosto, as 8 horas, na sede social da entidade.

De acordo do o presidente Eurico Paz, o Sinteac se organizou financeiramente para comemorar o dia das mães e também o dia dos pais. "É justo também a gente comemorar com papais da nossa educação. São homens que dedicam suas vidas à educação de nosso povo e merecem ser homenageados", disse Eurico.

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

SINTEAC E ESPAÇO BRONZE FIRMAM CONVÊNIO

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre- SINTEAC e o Espaço Bronze firmaram convênio nesta quarta feira (27).
Associados ao SINTEAC e seus dependentes já podem contar com os serviços de bronzeamento com descontos exclusivos. Todos os sócios e seus dependentes terão 10% de desconto. 

A montagem do biquíni + hidratação da pele + monitoramentos ao sol  + ativador + acelerador + gel refrescante q no caso é o pós sol, tudo isso por um preço promocional de R$ 50,00.
 
São 3 tipos de parafina e a cliente é que escolhe. Você também pode fazer o retorno e se for com a parafina de chocolate que no caso é o chocobronze fica R$60,00 reais. Parafina normal o retorno R$50 reais. Com banho de lua 80,00.

O que é o banho de lua? Descoloração dos pelos. É a esfoliação do corpo inteiro com direito a massagem, ou seja, além dos serviços de bronzeamento você relaxa e tira o estresse com nossa massagem.


Agende já sua sessão através do telefone ou whatsapp 999580375.

Katyana Aguiar e a equipe do Espaço Bronze aguardam você na Rua Quintino Bocaiúva, detrás da DISRI (área da piscina).


sexta-feira, 29 de julho de 2016

SINTEAC FIRMA CONVÊNIO COM CENTRO DE BRONZEAMENTO.


O Centro de Bronzeamento “Corpo Dourado” fé o novo parceiro do Sinteac em Tarauacá em convênio firmado com a entidade, com intuito de atender todos os associados e seus dependentes com descontos entre 10 % a 15%.


O Verão chegou e você não pode ficar de fora, venha buscar autoestima, saúde e bem estar, com uma bela marquinha, uma pele dourada e pelos platinados. O centro com Sessão de Bronzeamento: Bronze de camomila, Bronze de Amêndoas, Chocobronze, Banho de lua, Esfoliação, Descoloração Hidratação e Refrescância total.


Atendimento também por agendamentos, onde a pessoa tem a opção de se bronzear sozinha. Produtos como cera natural de vários sabores para depilação, biquínis adesivos, tatuagens solares e porções de todos os produtos para um bronze.


Venha conhecer o nosso espaço de bronzeamento. Só a sua visita já lhe garante um cadastro para concorrer a sorteio de prêmios na área da estética, no dia da Inauguração, que acontecerá no dia 30/07, próximo sábado, as 9:hs. 

Sorteios: 

1-Bronzeamento Natural
2-Bronzeamento de chocolate
3-Banho de Lua
4-Esfoliação Corporal
5-Hidratação Corporal
6-Descoloração de pelos
7 –Depilação
8 –Manicure
9 –Corte de cabelo
10-Biquínis adesivos
11 –Tatuagens solares 
12 -Limpeza de pele.

Então vamos aproveitar e marcar sua sessão.

Agendamento: 34621211 – 81142425 - 99961018 Whatsapp. 

De Segunda á Domingo, das 7:30 às 11:00 e das 3:30 ás 18:00.

Pele Macia e Marquinha Sensual,

Só fazendo Bronzeamento Natural

Endereço: Avenida Antônio Frota, 512, No Prédio da Loja Mirely Modas 

SINTEAC FIRMA CONVÊNIO COM LOJA MIRELY MODAS


Associados e Associadas do Sinteac em Tarauacá já contam com mais um estabelecimento conveniado com a entidade e que oferecerá descontos que variam de 10% a 15% de desconto nas compras de algum produto da loja. 

Trata-se da Loja MIRELY MODAS, que oferece a que pratica exercícios ou queira fazer parte dessas atividades recreativas, um mundo de de acessórios e vestuário para toda a família. Para natação você encontrará óculos, toucas, maiôs, biquínis, sungas e meias antiderrapante, na linha adulto e infantil. Já para atividades físicas, shorts, shorts saia, legues, tops, camisetas, cropeds, macaquitos, macacões, camisetas e shorts térmicos, shorts curtos e longos, meias soquets, meias cano médio e longo, mochilas, luvas, garrafas térmicas, porta celulares e bonés. Na linha masculino e feminino. 

Venham conhecer os melhores acessórios e vestuários da Trinys, Question e Di Paula, as marcas que atuam com qualidade, segurança e garantia. 


Contato:  Silvia Gomes 

68-34621211/ 81142425/ 99961018 wats. 

Mirely Modas, qualidade e beleza sempre com você! 


Endereço: Avenida Antônio Frota, 510, ao lado da Churrascaria São Francisco 

quinta-feira, 14 de julho de 2016

CONVOCATÓRIA


O SINTEAC convoca todos os Trabalhadores em Educação abaixo relacionado que fazem parte da AÇÃO DO PLANO BRESSER para uma reunião nesta quinta-feira, às 16h:00min, na nossa sede: 



Agradece,

A direção.

quarta-feira, 13 de julho de 2016

NOTA DE REPÚDIO


O SINTEAC- Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre, Núcleo de Tarauacá, vem manifestar publicamente seu mais profundo repúdio ao episódio ocorrido na última terça feira (12/07/2016), na sede do SINTEAC/RIO BRANCO, envolvendo o jornalista, Assem Neto e a diretora executiva Márcia de Souza Lima Carvalho, ambos do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre – SINTEAC/Rio Branco.

Seja lá qual o motivo que levam a essas diversas formas de violência, nenhum deles justifica tais atos de selvageria contra a mulher ou qualquer ser humano e é inadmissível que o agressor ainda possa continuar exercendo o cargo de assessor de comunicação do nosso valoroso sindicato.

Infelizmente, persiste, em nossa sociedade, uma cultura de violência e impunidade. E é contra essa cultura que precisamos atuar cotidianamente, em todas as frentes. Já tivemos avanços reais, como a criação da Delegacia da Mulher, em 1985, e a aprovação da Lei Maria da Penha, 21 anos depois.

O triste episódio ocorrido na sede da nossa diretoria central é prova, mais uma vez, de que esse indivíduo não tem se mostrado digno de exercer a função de assessor de comunicação pela forma de como escreve as matérias, inclusive agredindo diretores sindicais de outros municípios, assim também como associados e associadas que contribuem tanto financeira quanto politicamente com nosso sindicato.

A diretoria do sindicato de Tarauacá, diante de outros episódios envolvendo o jornalista, onde agrediu moralmente outros associados e associadas havia pedido sua demissão no último Conselho Deliberativo, o que não aconteceu.

A busca pela efetivação dos direitos humanos das mulheres tem como imperativo o enfrentamento a todas as manifestações que legitimam, naturalizam ou justificam a violência de gênero.

Ressalta-se, pois, que o enfrentamento a todo tipo de violência contra a mulher é uma pauta fundamental para a construção de relações sociais mais justas e igualitárias. 

Dessa forma, reforçamos nosso total repúdio a esse ato de selvageria ocorrido na sede da diretoria do sindicato em Rio Branco e reafirmamos o compromisso com o respeito aos direitos humanos das mulheres.

Além disso, por mais tardia que pareça essa nota, nossa diretoria executiva do SINTEAC/ Tarauacá  compreendemos que nenhum tipo de violência à pessoa oprimida deva cair no esquecimento, e gostaríamos que providências rigorosas fossem tomadas pela diretoria executiva! Desta forma, REPUDIAMOS TODAS AS FORMAS DE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER, seja ela moral, física ou psicológica.

Por último e não menos importante, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre Núcleo de Tarauacá se solidariza com a diretora executiva Márcia de Souza Lima Carvalho.

Tarauacá, 13 de Julho de 2016.

Diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre Núcleo de Tarauacá

sexta-feira, 8 de julho de 2016

NOTA DA DIRETORIA DO SINTEAC DE TARAUACÁ


Reunida nesta sexta feira, 8 de julho, a Diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre – SINTEAC/Núcleo/Tarauacá, decidiu se manifestar em relação ao Processo Eleitoral para escolha da nova diretoria estadual que está em debate no momento e deve acontecer no próximo mês de agosto.

1. A diretoria do Sinteac/Tarauacá é composta por companheiros da luta eleitos recentemente pela maioria dos associados e associadas do município em eleição direta e secreta. Esse grupo do ponto de vista partidário é composto por dirigentes filiados ao PCdoB, PDT, REDE e PT, portanto, bastante ampla, democrática e diferente do que se costuma ver por aí;

2. No que se refere a participar do processo eleitoral, foi decidido que a direção não apoiará candidatos ou candidatas que se inscreverem para a disputa, seja de que composição política for originária;

3. A diretoria da entidade se reservará ao direito de levar ao conhecimento de sua categoria, as propostas de todos os candidatos e candidatas para que decidam com consciência e, ainda, coordenar todo o processo eleitoral;

4. Em 2013 houve participação intensa da nossa diretoria no processo e na campanha eleitoral, por conta do registro da candidatura do companheiro tarauacaense Raimundo Accioly, então membro da diretoria;

5. Em 2016, Raimundo Accioly já anunciou publicamente sua decisão de não ser candidato e nem compor com forças políticas que disputarão a eleição;

6. Entendemos, por fim, que todos os companheiros membros da nossa atual diretoria e nossos associados e associadas estão livres para se manifestarem em defesa de candidatos ou candidatas, se assim for de suas vontades.


Tarauacá-Acre, 8 de julho de 2016

Diretoria do Sinteac Tarauacá