quarta-feira, 17 de agosto de 2022

ESTADO: SINTEAC INFORMA SOBRE AS ÚLTIMAS REUNIÕES COM O SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO DO ESTADO E PAGAMENTO DE NOVO ABONO/RATEIO



O papel do SINTEAC é de fiscalizar e cobrar, isso estamos fazendo, Inclusive logo após o afastamento da professora Rosana Nascimento, uma comissão formada pela professora Vânia Líbio (presidente em exercício), Ronilton Horonato (Diretor de Legislação) e Odete Lima (diretora da mulher). Foram à secretaria de educação para cobrar algumas demandas que já tinham sido enviadas.

Apresentamos a proposta da possibilidade do governo pagar a metade do abono em agosto, pois já existia uma sobra de R$181 milhões do FUNDEB no segundo bimestre, não tivemos resposta favorável.

No dia 29 de julho, houve outra reunião, onde foram discutidas várias pautas de interesse da categoria, dentre elas as seguintes:

1) Pagamento de salário de meses atrasados dos Terceirizados;

2) Garantia do 13º salário e férias para os professores provisórios;

3) Lei para reconhecer a função de Assessoria Pedagógica, como atividade de magistério;

4) Falta de professores de Matemática, Física, Inglês, Espanhol, dentre outros, nas Escolas do Estado do Acre;

5) Realização de concurso público efetivo, para atender as demandas das unidades de ensino.

Com relação ao abono, o secretário de educação falou que possivelmente não teria abono em 2022, devido às contrações dos novos professores.

Informamos aos trabalhadores em educação, que temos uma SOBRA de FUNDEB no terceiro bimestre, 06/2022, no valor de R$189 milhões.

“Sabemos que existe uma sobra em junho de 189 milhões, e esse valor pode ser maior. Porém, precisamos saber quanto foi gasto; já estamos buscando esses valores, e com certeza iremos cobrar do governo o pagamento do abono, caso tenha sobra, pois sabemos que é lei. Ou o governo vai deixar o dinheiro voltar?”. Destacou Vânia Líbio.

É de conhecimento de todos(as), que a obrigatoriedade de gastos é até 31 de dezembro, portanto, ainda é muito cedo para afirmar que não terá abono.

Caso não tenha, teremos todo o direito de saber como foi gasto o recurso da sobra.

SINTEAC é pra lutar, trabalhador em primeiro lugar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário