sexta-feira, 29 de julho de 2016

SINTEAC FIRMA CONVÊNIO COM CENTRO DE BRONZEAMENTO.


O Centro de Bronzeamento “Corpo Dourado” fé o novo parceiro do Sinteac em Tarauacá em convênio firmado com a entidade, com intuito de atender todos os associados e seus dependentes com descontos entre 10 % a 15%.


O Verão chegou e você não pode ficar de fora, venha buscar autoestima, saúde e bem estar, com uma bela marquinha, uma pele dourada e pelos platinados. O centro com Sessão de Bronzeamento: Bronze de camomila, Bronze de Amêndoas, Chocobronze, Banho de lua, Esfoliação, Descoloração Hidratação e Refrescância total.


Atendimento também por agendamentos, onde a pessoa tem a opção de se bronzear sozinha. Produtos como cera natural de vários sabores para depilação, biquínis adesivos, tatuagens solares e porções de todos os produtos para um bronze.


Venha conhecer o nosso espaço de bronzeamento. Só a sua visita já lhe garante um cadastro para concorrer a sorteio de prêmios na área da estética, no dia da Inauguração, que acontecerá no dia 30/07, próximo sábado, as 9:hs. 

Sorteios: 

1-Bronzeamento Natural
2-Bronzeamento de chocolate
3-Banho de Lua
4-Esfoliação Corporal
5-Hidratação Corporal
6-Descoloração de pelos
7 –Depilação
8 –Manicure
9 –Corte de cabelo
10-Biquínis adesivos
11 –Tatuagens solares 
12 -Limpeza de pele.

Então vamos aproveitar e marcar sua sessão.

Agendamento: 34621211 – 81142425 - 99961018 Whatsapp. 

De Segunda á Domingo, das 7:30 às 11:00 e das 3:30 ás 18:00.

Pele Macia e Marquinha Sensual,

Só fazendo Bronzeamento Natural

Endereço: Avenida Antônio Frota, 512, No Prédio da Loja Mirely Modas 

SINTEAC FIRMA CONVÊNIO COM LOJA MIRELY MODAS


Associados e Associadas do Sinteac em Tarauacá já contam com mais um estabelecimento conveniado com a entidade e que oferecerá descontos que variam de 10% a 15% de desconto nas compras de algum produto da loja. 

Trata-se da Loja MIRELY MODAS, que oferece a que pratica exercícios ou queira fazer parte dessas atividades recreativas, um mundo de de acessórios e vestuário para toda a família. Para natação você encontrará óculos, toucas, maiôs, biquínis, sungas e meias antiderrapante, na linha adulto e infantil. Já para atividades físicas, shorts, shorts saia, legues, tops, camisetas, cropeds, macaquitos, macacões, camisetas e shorts térmicos, shorts curtos e longos, meias soquets, meias cano médio e longo, mochilas, luvas, garrafas térmicas, porta celulares e bonés. Na linha masculino e feminino. 

Venham conhecer os melhores acessórios e vestuários da Trinys, Question e Di Paula, as marcas que atuam com qualidade, segurança e garantia. 


Contato:  Silvia Gomes 

68-34621211/ 81142425/ 99961018 wats. 

Mirely Modas, qualidade e beleza sempre com você! 


Endereço: Avenida Antônio Frota, 510, ao lado da Churrascaria São Francisco 

quinta-feira, 14 de julho de 2016

CONVOCATÓRIA


O SINTEAC convoca todos os Trabalhadores em Educação abaixo relacionado que fazem parte da AÇÃO DO PLANO BRESSER para uma reunião nesta quinta-feira, às 16h:00min, na nossa sede: 



Agradece,

A direção.

quarta-feira, 13 de julho de 2016

NOTA DE REPÚDIO


O SINTEAC- Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre, Núcleo de Tarauacá, vem manifestar publicamente seu mais profundo repúdio ao episódio ocorrido na última terça feira (12/07/2016), na sede do SINTEAC/RIO BRANCO, envolvendo o jornalista, Assem Neto e a diretora executiva Márcia de Souza Lima Carvalho, ambos do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre – SINTEAC/Rio Branco.

Seja lá qual o motivo que levam a essas diversas formas de violência, nenhum deles justifica tais atos de selvageria contra a mulher ou qualquer ser humano e é inadmissível que o agressor ainda possa continuar exercendo o cargo de assessor de comunicação do nosso valoroso sindicato.

Infelizmente, persiste, em nossa sociedade, uma cultura de violência e impunidade. E é contra essa cultura que precisamos atuar cotidianamente, em todas as frentes. Já tivemos avanços reais, como a criação da Delegacia da Mulher, em 1985, e a aprovação da Lei Maria da Penha, 21 anos depois.

O triste episódio ocorrido na sede da nossa diretoria central é prova, mais uma vez, de que esse indivíduo não tem se mostrado digno de exercer a função de assessor de comunicação pela forma de como escreve as matérias, inclusive agredindo diretores sindicais de outros municípios, assim também como associados e associadas que contribuem tanto financeira quanto politicamente com nosso sindicato.

A diretoria do sindicato de Tarauacá, diante de outros episódios envolvendo o jornalista, onde agrediu moralmente outros associados e associadas havia pedido sua demissão no último Conselho Deliberativo, o que não aconteceu.

A busca pela efetivação dos direitos humanos das mulheres tem como imperativo o enfrentamento a todas as manifestações que legitimam, naturalizam ou justificam a violência de gênero.

Ressalta-se, pois, que o enfrentamento a todo tipo de violência contra a mulher é uma pauta fundamental para a construção de relações sociais mais justas e igualitárias. 

Dessa forma, reforçamos nosso total repúdio a esse ato de selvageria ocorrido na sede da diretoria do sindicato em Rio Branco e reafirmamos o compromisso com o respeito aos direitos humanos das mulheres.

Além disso, por mais tardia que pareça essa nota, nossa diretoria executiva do SINTEAC/ Tarauacá  compreendemos que nenhum tipo de violência à pessoa oprimida deva cair no esquecimento, e gostaríamos que providências rigorosas fossem tomadas pela diretoria executiva! Desta forma, REPUDIAMOS TODAS AS FORMAS DE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER, seja ela moral, física ou psicológica.

Por último e não menos importante, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre Núcleo de Tarauacá se solidariza com a diretora executiva Márcia de Souza Lima Carvalho.

Tarauacá, 13 de Julho de 2016.

Diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre Núcleo de Tarauacá

sexta-feira, 8 de julho de 2016

NOTA DA DIRETORIA DO SINTEAC DE TARAUACÁ


Reunida nesta sexta feira, 8 de julho, a Diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre – SINTEAC/Núcleo/Tarauacá, decidiu se manifestar em relação ao Processo Eleitoral para escolha da nova diretoria estadual que está em debate no momento e deve acontecer no próximo mês de agosto.

1. A diretoria do Sinteac/Tarauacá é composta por companheiros da luta eleitos recentemente pela maioria dos associados e associadas do município em eleição direta e secreta. Esse grupo do ponto de vista partidário é composto por dirigentes filiados ao PCdoB, PDT, REDE e PT, portanto, bastante ampla, democrática e diferente do que se costuma ver por aí;

2. No que se refere a participar do processo eleitoral, foi decidido que a direção não apoiará candidatos ou candidatas que se inscreverem para a disputa, seja de que composição política for originária;

3. A diretoria da entidade se reservará ao direito de levar ao conhecimento de sua categoria, as propostas de todos os candidatos e candidatas para que decidam com consciência e, ainda, coordenar todo o processo eleitoral;

4. Em 2013 houve participação intensa da nossa diretoria no processo e na campanha eleitoral, por conta do registro da candidatura do companheiro tarauacaense Raimundo Accioly, então membro da diretoria;

5. Em 2016, Raimundo Accioly já anunciou publicamente sua decisão de não ser candidato e nem compor com forças políticas que disputarão a eleição;

6. Entendemos, por fim, que todos os companheiros membros da nossa atual diretoria e nossos associados e associadas estão livres para se manifestarem em defesa de candidatos ou candidatas, se assim for de suas vontades.


Tarauacá-Acre, 8 de julho de 2016

Diretoria do Sinteac Tarauacá

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Governo prorroga prazo para saque do PIS/Pasep de 2014


Os trabalhadores que perderam o prazo para sacar o abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), referente ao ano-base de 2014, terão nova oportunidade para retirar o benefício.

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, anunciou nesta sexta-feira (1) que os mais de 1,2 milhão de trabalhadores que perderam o prazo, encerrado ontem (30), poderão fazer o saque no período de 28 de julho a 31 de agosto.

“A bancada dos trabalhadores no Codefat [Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhado] sugeriu a ampliação do prazo para que todos fossem contemplados. Conversamos com o núcleo do governo, que foi sensível a essa medida, dada a necessidade de aprimorar esses programas sociais que são muito importantes na vida dos trabalhadores”, afirmou Nogueira.

De acordo o ministro, não houve diferença na média de comparecimento dos trabalhadores para saque do benefício em relação aos anos anteriores, mas o governo decidiu “inovar” ao prorrogar o prazo.

“A intenção do governo é que 100% dos trabalhadores que têm direito ao abono possam ter a oportunidade de comparecer às agências e retirar o abono. É a primeira vez que o governo toma a iniciativa de ampliar o prazo”, salientou. 

Como sacar

O trabalhador que tiver o Cartão Cidadão e senha cadastrada pode sacar o PIS nos terminais de autoatendimento da Caixa, ou em uma Casa Lotérica.

Se não tiver o Cartão Cidadão, pode receber o abono em qualquer agência da Caixa mediante apresentação de documento de identificação. Informações podem ser obtidas pelo telefone 0800-726 02 07 da Caixa.

Já quem recebe o Pasep precisa verificar se houve depósito na conta. Caso isso não tenha ocorrido, deve procurar uma agência do Banco do Brasil e apresentar um documento de identificação. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 0800-729 00 01, do Banco do Brasil

A Central de Atendimento "Alô Trabalho" do governo federal, que atende pelo número 158, também está disponível para auxiliar os trabalhadores com mais esclarecimentos sobre o PIS/Pasep.

O abono

O benefício, equivalente a um salário-mínimo (R$ 880), é pago a empregados que tenham trabalhado com carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2014 e tenham recebido até dois salários-mínimos por mês nesse período.

O trabalhador também precisa estar cadastrado no PIS/Pasep há, pelo menos, cinco anos e ter tido os dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). Até agora, foram sacados R$ 18,3 bilhões. Os recursos não sacados retornam ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

O abono salarial é um dos benefícios pagos pelo FAT, que também custeia o seguro-desemprego, os cursos de qualificação profissional feitos em parceria com os governos estaduais e a participação na receita dos órgãos e entidades para os trabalhadores públicos e privados.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Agência Brasil e do Ministério do Trabalho e Previdência Social