terça-feira, 11 de agosto de 2015

MENSAGEM AOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO


Caro trabalhador em educação,

Cada centavo, cada gratificação, cada direito que você adquiriu até hoje não foi lhe dado de graça.
Muitas pessoas lutaram por isso, sofreram perseguições, apanharam na rua, e até perderam o emprego.
Tudo pra você poder receber o que recebe hoje.
Não pense, caro trabalhador, que o salário que recebes hoje é fruto unicamente de sua dedicação na escola ou dentro da sala de aula ou de algum reconhecimento vindo de "governante bonzinho" ou "sensível" à sua causa.
Pois como podem ver, até o que é seu por direito, preto no branco, querem lhe tomar.
Temos que lutar.
E lutar não da boca pra fora.
Temos que agir.
Botar o seu na reta, arriscar o salário, arriscar o que for preciso.
Nada é de graça!
Só pra aqueles que tem medo de fazer greve, mas, na hora de receber o aumento…
São hipócritas, entram na sala de aula pregando cidadania aos alunos enquanto não agem contra as atitudes de um governo que age de forma antidemocrática desrespeitando nossos direitos constitucionais.
Não seja um deles!!!
Lute!
Lute pelo o que é seu por direito.
Lute pelos direitos daqueles que, por ignorância, não sabem lutar.
Lute contra os bandidos, ladrões, assassinos, estupradores, que vestem terno e gravata e são respeitados como doutores.
Eles te roubam, te estupram, te matam, apenas com ameaças.
Não reaja, senão vai ser pior.
Não grite, senão atiro.
Não peça socorro, senão te mato.
Não reclame, senão corto seu ponto.
Não me peite, senão não pago seu salário.
Chega.
Não dá mais.
Isso acaba agora.
Se alguma vez pensou que as grandes decisões nunca estiveram ao seu alcance, eis que a oportunidade bate à sua porta.
Chegou a hora de se fazer presente.
Mostrar quem você realmente é um formador de opinião e que luta pelos seus direitos.
Mas se te falta coragem.
Não se preocupe.
Lutarei por você.
Como no passado, outros lutaram por mim.


VENHA PRA LUTA, QUE É MINHA, É SUA, É NOSSA. EDUCAÇÃO É DIREITO E DEVER DE TODOS. POR RESPEITO À EDUCAÇÃO. POR RESPEITO AO TRABALHADOR!

Nenhum comentário:

Postar um comentário