terça-feira, 3 de dezembro de 2013

SINTEAC REALIZA ASSEMBLEIA PARA DEBATEREM SOBRE REFORMULAÇÃO E APROVAÇÃO DAS PROPOSTAS DO PCCR ESTADUAL

Na ultima terça feira(26), o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre realizou uma assembleia deliberativa no Teatrão, em Rio Branco, para apresentar as propostas de reformulação do Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações – PCCR da Rede Estadual de Ensino, e colocar em apreciação para votação da categoria.
No início da assembleia, membros do Movimento Acorda Educação entraram em divergência com alguns integrantes da atual diretoria do Sinteac, mas os ânimos aos poucos foram contidos pelo debate saudável e propositivo da categoria.
Os principais pontos discutidos e votados do PCCR como propostas a serem encaminhados a Secretaria Estadual de Educação foram:

1- Instalação da Comissão de Acompanhamento e Revisão do PCCR pelos sindicatos;

2- "Puladinha" a cada 24 meses (dois anos), enquanto a Secretaria Estadual de Educação propôs 30 meses (dois anos e meio), garantindo a mulher chegar na última referência (10);

3-
Contemplar os aposentados com a nova estrutura de tabela;

4- Os especialistas que fizeram o concurso para professor poderão reverter a situação atual;

5- Educação especial - cargos específicos de tradutor, professor de Braille, libras e intérprete;

6- Reestruturação das referência  de (1 a 10) e classes (A, B,C,D e E);

7- Promoção do servidor para outra classe pela formação;

8- Progressão pela avaliação de desempenho, com regulamentação por Decreto, com a participação do Sinteac;

9- Interstício de três para dois anos e meio;

10- Dobra - o funcionário com 1 (um) contrato, receberem 100% do vencimento base;

11- Aulas complementares - professores com 1 (um) contrato do ensino fundamental do 1º ao 5º ano receberem 100% do vencimento base;

12- Servidores da gestão de 40 horas receberem a dedicação exclusiva, referente a 100% do vencimento base;

13- Educação Infantil - os professores também receberem 100% do vencimento base;

14- Educação Especial - gratificação proposta pela Secretaria Estadual de Educação nos seguintes percentuais: 5% (professores com dois alunos), 10% (professores tradutores com três alunos por turno) e 15% (professores em equipe multifuncional acima de três), o Sinteac sugeriu mudanças nos percentuais de 10% a 25% ficando para ser estudado pela Secretaria Estadual de Educação;

15- Difícil Acesso - Gratificação proposta pela
Secretaria Estadual de Educação professor docente e não-docente 10% nas escolas consideradas de difícil acesso, o Sinteac propõe correção de 25 a 30%.

16- Estarão sendo incluídos os profissionais da
Secretaria Estadual de Educação que se deslocam diariamente para os zoneamentos - zona rural e urbana;

17- Gratificação de atividade de campo para os profissionais que trabalham com assessoramento por zoneamento e formação, sendo sugerida gratificação de 10% a 30%;

18- O SINTEAC defende que os técnicos que fizeram concursos em 2008 e estão sendo prejudicados possam ter sua situação resolvida;

19- Reenquadramento - Garantir que todos que tiverem dentro dos critérios para a aposentadoria chegaram à última referência;

20- Valorização de Desenvolvimento Profissional – será discutida para todos os profissionais - valores e critérios, sendo definido em decreto.

21- Será regulamentada ainda, a hora atividade.

22- Será garantido aos professores, conforme constatação, saída para consultas e exames médicos.
 


















Nenhum comentário:

Postar um comentário