segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

NOTA DE REPÚDIO À INCOMPETÊNCIA DA PREFEITURA E O DESRESPEITO A SERVIDORA PÚBLICA QUE TEVE SEU SALÁRIO SUSPENSO


O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre – Sinteac, Núcleo de Tarauacá vem, de público, formalizar REPÚDIO contra a Prefeitura Municipal de Tarauacá pelo não pagamento do salário referente ao mês de Novembro da servidora pública municipal Maria Clelma Rocha da Costa.Clelma faz parte do quadro dos servidores da Rede Municipal da Educação há 29 anos como professora e gestora, e, atualmente faz tratamento fora do estado contra o câncer, necessitando viajar de 3 em 3 meses. A professora Clelma usa praticamente todo o seu salário para comprar medicamentos e pagar suas passagens aéreas.

O atual prefeito em seus discursos mirabolantes, pede calma e paciência a população diante da não resolução dos problemas que afligem a população tarauacaense. E ainda que as pessoas neste natal desperte o “espírito natalino”, se “desarmando” de qualquer sentimento ruim. Diferentemente do seu discurso, não é isso que ele pratica. Demonstrando desequilíbrio e despreparo para o exercício do cargo que ocupa na resolução de lidar com pequenos problemas como esse, o atual prefeito acha mais viável a política truculenta de demonstrar que realmente tem que ser da sua forma, desrespeitando os direitos trabalhistas dos cidadãos tarauacaenses. A administração errou e feio em não creditar o salário do mês de novembro da professora Clelma, que procurou a administração por várias vezes, assim também como o Sinteac para que pudéssemos intermediar e resolver este pequeno e solucionável problema de uma pessoa que passando por um tratamento de saúde, mas não o fizeram. Simplesmente porque a professora Clema “feriu” o “orgulho do prefeito” publicando uma nota de repúdio em um blog local.

Esta é uma atitude covarde e desumana que descredibiliza totalmente uma administração que se intitula possuir GESTÃO e SERIEDADE. Não podemos silenciar diante dos desmandos do atual prefeito contra os trabalhadores em educação, razão pela qual registramos aqui o nosso mais veemente repúdio a forma de como são tratados alguns problemas banais que não era para existir no “GOVERNO DE UM NOVO TEMPO”.

Através da nossa assessoria jurídica daremos ciência desse caso à Justiça do Trabalho e aos órgãos competentes na esperança de que nossas autoridades não fechem os olhos para mais essa grave atitude desrespeitosa contra o direito dos trabalhadores em educação do nosso município.


Tarauacá-Acre, 24 de dezembro de 2013.

Atenciosamente,
José Eurico de Lima Paz
Presidente do SINTEAC do Núcleo de Tarauacá

Nenhum comentário:

Postar um comentário