quinta-feira, 26 de setembro de 2013

SINDICATO, TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO E VEREADORES, SE UNEM CONTRA INTENÇÃO DA PREFEITURA DE REDUZIR SALÁRIOS DA EDUCAÇÃO MUNICIPAL.

Categoria ameaça suspender o ano letivo (foto/Assessoria - Sinteac)
Sindicalistas do Sinteac de Tarauacá que dirigiram uma das maiores assembleias dos Trabalhadores em Educação da rede municipal, se disseram impressionados com a pauta, que segundo eles, seria inimaginável nos tempos atuais. "NESSES 'NOVOS TEMPOS', convocar servidor para se mobilizar contra uma proposta da prefeitura que aumenta jornada de trabalho de servidores de apoio e reduz salário de professores é algo inédito na nossa história de luta e ação de uma gestão que em pouco tempo perdeu a noção do bom senso", falou Eurico Paz, presidente do sindicato.
Com cartazes, servidores protestavam (foto/Assessoria - Sinteac)
O SINTEAC convocou a categoria de servidores da educação municipal para protestar contra a intenção de prefeitura de mexer na estrutura da tabela, o que reduziria os salários dos mesmos. O protesto também foi direcionado ao aumento da jornada de trabalho dos servidores de apoio. 

A Assembleia foi realizada na manhã de quarta-feira, 25/09, com presença maciça de gestores, coordenadores, professores, funcionários da educação e ainda 09 (nove) dos 11 (onze) vereadores do município.
Vereadores presentes (foto/Assessoria - Sinteac)
Os vereadores presentes se comprometeram a não aprovar qualquer proposta da prefeitura que fosse de encontro aos interesses dos trabalhadores em educação. José Sidenir, Jesus Sérgio, Mirabor Leite Leite, Janaína Furtado, Narço Kaxinawá, Manoel Monteiro, Marlindo Pinheiro da Silva, João Moreira e Lulu Nery foram os vereadores que compareceram e manifestaram apoio aos trabalhadores em educação.

No final a categoria aprovou um indicativo de suspender o ano letivo e ocupar o prédio da prefeitura se a administração insistir com a proposta.
Vejam mais fotos da assembleia.



























































































































































Nenhum comentário:

Postar um comentário