terça-feira, 2 de julho de 2013

SEME ainda não apresenta contraproposta e trabalhadores em educação da Rede Municipal continua de greve

Na manhã da ultima sexta-feira (28), foi realizada em frente à Secretaria Municipal de Educação (SEME), um manifesto pacífico dos trabalhadores em educação do município de Tarauacá. 
Os trabalhadores e trabalhadoras em educação da Rede Municipal fizeram uma caminhada até Secretaria Municipal de Educação (SEME) com cartazes contendo várias mensagens de protesto pelo não atendimento das propostas encaminhadas desde fevereiro deste ano.
Durante o manifesto, o presidente Eurico Paz falou sobre os motivos que levou a categoria  realizar a paralisação: descumprimento da Lei do Piso, o não cumprimento da regência extensiva e equiparada aos professores provisórios, o não pagamento da progressão funcional (mudança de letra) que era para ter sido realizada em maio, os cortes da insalubridade do pessoal de apoio sem discussão com o sindicato, além de um reajuste salarial no valor de 15%.
A contraproposta da SEME apresentada e rejeitada na assembleia que os trabalhadores em educação deflagraram greve , há algumas pautas que são consenso entre Sinteac e Seme.
Na ultima sexta-feira(28), após o manifesto, o Sinteac protocolou junto a Seme uma contraproposta.
Qualquer avanço ou debate que tivermos reuniremos a categoria e apresentaremos para que os trabalhadores em educação possam decidir. 
Portanto, a paralisação dos trabalhadores em educação da Rede Municipal também continua sem data para cessar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário