segunda-feira, 29 de julho de 2013

RIO BRANCO: Após 36 dias, professores da Rede Estadual finalizam greve

Durante toda a manhã desta segunda-feira (29) aconteceu uma assembleia dos servidores da Educação do Estado. Os servidores se reuniram em frente à Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) a fim de se informarem sobre as negociações, bem como decidir sobre a continuação ou não, da paralisação.
De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Acre (Sinteac), João Sandir, a categoria saiu vitoriosa nas negociações:
“A categoria está de parabéns; foram 36 dias de greve e permanecemos unidos, não ‘arredamos o pé’ em nenhum minuto, e o movimento grevista é isso: há o momento de estabelecer a greve e lutar, mas também há o momento de recuar pra avançar e sair ganhando muito mais”.
Dentre as conquistas da categoria, estão: a ‘puladinha’ extra (10% de aumento para todos os servidores); o reenquadramento salarial previsto para o mês de maio e a isonomia salarial dos profissionais do quadro provisório, o que representa um ganho de 15% para estes, além de beneficiar os funcionários que estavam prestes a se aposentar.
A presidente do Sindicato dos Professores Licenciados do Acre (Sinplac), Aucilene Gurgel, se diz feliz com o resultado do movimento grevista:
“Não há dúvidas de que fomos realmente vitoriosos; o único ponto com que a categoria estava descontente era em relação ao prazo dado pelo governo para atender nossas propostas, mas estamos perto de conseguir o que queremos”.
Aucilene ainda fala dos conflitos e desentendimentos que houve na assembleia, que cercaram a decisão de interromper a paralisação:
“Apenas um grupinho [presente na assembleia] não aceitou a proposta [do governo], mas eles não estavam aqui com a intenção de lutar pelos [nossos] direitos, mas para uma questão de eleição de sindicato apenas. O importante é que entramos em um consenso e saímos vitoriosos”, afirma.
Aucilene ainda finaliza parabenizando os servidores pela paralisação, dita por sindicalistas como histórica, e afirma: “O importante é que sairemos da luta com todos os nossos diretos assegurados”.

Fonte: Agência ContilNet

Nenhum comentário:

Postar um comentário