sexta-feira, 30 de outubro de 2009

NOSSA FESTA COMEÇA HOJE


EXTA-FEIRA, 30 DE OUTUBRO DE 2009

COMEÇAM HOJE OS FESTEJOS DE 20 ANOS DE FUNDAÇÃO DO SINTEAC DE TARAUACÁ



Com uma solenidade que será realizada hoje à noite em sua sede, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre - Sinteac em Tarauacá, abre ,oficialmente, as atividades de comemoração de seus vinte anos de fundação.
A diretoria da entidade está convidando a sociedade organizada, os poderes públicos e seus órgãos e, especialmente, seus associados. 
Várias pessoas serão homenageadas hoje, pelos trabalhos dedicados a organização e à lutas dos Trabalhadores em Educação de Tarauacá.
Amanhã, sábado, o Sinteac reabre seu clube (9hs) e a partir das 13 horas realiza uma festa com seus associados com gincana, banho de piscinas, som ao vivo, brincadeiras e sorteio de prêmios.
O Sinteac é, hoje, uma entidade reconhecidamente forte, organizada e respeitada pela sociedade tarauacaense.
A construção dessa luta começou no ano de 1985, com a fundação da ASPAC - Associação dos Professores do Acre que teve em Tarauacá como seu primeiro presidente, o atual Presidente da Assembléia Legislativa, Deputado e Professor Edvaldo Magalhães. O Sinteac foi fundado no ano de 1989.



São  20 anos de fundação do sindicato e mais 24 anos de luta.





Professor João Maciel: Atual Presidente

A diretoria atual que tem como Presidente o Professor João Maciel, vai promover uma grande festa em comemoração aos 20 anos do Sinteac neste final de semana.




História do Sindicato dos Trabalhadores Em Educação do Acre – Sinteac – Núcleo de Tarauacá.


ASPAC - Associação dos Professores do Acre


FUNDAÇÃO: 18 de agosto de 1985


Edvaldo Magalhães: Primeiro presidente ASPAC

1ª Diretoria da ASPAC:

Edvaldo Soares de Magalhães – Presidente
Maria de Lurdes Maia Nascimento - Vice-presidente
Raimunda Soares El-Shaua - 1ª Secretaria
Mª do Socorro Freire Dourado - 2ª Secretaria
Maria de Lourdes Santos Catão - 1ª Tesoureira


SINTEAC: Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre


Fundação: 15 de julho de 1989

1ª Diretoria:

Presidente - Valdenizio Ferreira da Silva
Vice-Presidente - Francisca Fernandes Paiva.
2º Vice presidente: Francisco Freire de Souza
1º Secretária: Francisca Jercinéia de Araújo Vieira
2º Secretária: Maria de Fátima Araújo Silva
1ª Tesoureira: Antônia Torquato do Nascimento
2ª Tesoureira: Elenir de Oliveira Leão


GALERIA DE PRESIDENTES


Edvaldo Soares de Magalhães
Moisés Diniz Lima
Valdenizio Ferreira da Silva
Antônia Torquato do Nascimento
Moisés Diniz Lima
Luis da Silva Souza
Raimundo Nonato Accioly Gomes
João Evangelista Gonçalves Maciel

FONTE: BLOG DO ACCIOLY

terça-feira, 27 de outubro de 2009

CNTE - NOTICIAS

Prefeito que deixar escola sem merenda poderá responder por crime de responsabilidade

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) deve analisar, na reunião de quarta-feira (28), proposta estabelecendo que o prefeito que deixar de aplicar recursos provenientes do Programa de Alimentação Escolar (PNAE), comprometendo o oferecimento de merenda escolar, poderá responder por crime de responsabilidade. Também irá responder por crime de responsabilidade o prefeito que deixar de prestar contas dos recursos do PNAE no prazo e forma definidos pelas normas do programa.
Segundo o autor do projeto (PLS 182/05), senador Cristovam Buarque (PDT-DF), o objetivo é impedir a suspensão da distribuição da merenda nos casos em que o prefeito deixa de atender as exigências de prestação de contas, evitando-se, dessa forma, o sacrifício das crianças em nome da moralidade.
"Em vez de punir a criança com a interrupção do fornecimento da merenda, pune-se a autoridade com a suspensão de seu mandato e sua consequente inelegibilidade", explica o senador na justificativa do projeto.
Fonte: Agência Senado, 23/10/2009

programação do dia do professor e do funcionário


segunda-feira, 26 de outubro de 2009

TODOS OS ASSOCIADOS JÁ ESTÃO SENDO CONVIDADOS


e o caldo engrossa.

E O CALDO ENGROSSA! GOVERNO x SINTEAC.

Em reunião realizada nesta sexta-feira, dia 23.10.2009, não houve um entendimento do sindicato com a equipe de negociação do governo do estado no que diz respeito a um acordo feito, ainda na data-base deste ano sobre o pagamento de uma gratificação para os funcionários em educação não docentes e aposentados.
Em mesa de negociação os ânimos se exaltaram e foram a flor da pele, o então Secretario de Articulação Política do Governo do Estado Carioca Nepomuceno, chegou até a ofender os trabalhadores em educação presentes na reunião. O fato é que eles não querem cumprir o acordo firmado. E o sindicato junto com os trabalhadores prometem paralisação para o dia 04.11.2009, caso não se chegue a um entendimento.
Fiquem atentos!!!!!!!!

SEMINARIO EM CRUZEIRO DO SUL

SINTEAC DE TARAUACÁ PARTICIPA DE SEMINÁRIO EM CRUZEIRO DO SUL.

No ultimo dia 14 de outubro o sinteac de Tarauacá participou de um seminário na cidade de cruzeiro do sul, onde estiveram representados os diversos segmentos da educação estadual em nosso município diretores: Ladiocira Amorim. Professores: João Rego, Ivonaldo Benigno, Hevânia Pinheiro e Maria do Carmo. Vigias e Apoios: Fausto Galvão e Maria Bento. Sindicato: João Maciel e Sergio Aragão.
O encontro ainda contava com a participação dos municípios de Rodrigues Alves, Mâncio Lima, Feijó, Manoel Urbano, Cruzeiro do Sul, Porto Valter e Marechal Thaumaturgo. Além da diretoria central do Sinteac Presidente Manoel Lima, Vice João Sandim, Zuila Assef e Rosana Nascimento da CNTE.
Na pauta pudemos discutir e deliberar sobre os pontos de vistas, as necessidades educacionais, os problemas vividos pelas as escolas e seus atores, analisando como a escola está servindo, ou não, a comunidade. E o que deve melhorar, debatendo as questões principais coletivamente e escolhendo as idéias com que todos concordam para implementarmos as mudanças estrutural do sistema educacional do Acre.
Discutimos também sobre a previdência do servidor publico do Acre, saúde e voz do trabalhador, formação e valorização profissional, financiamento da educação e democratização do ensino.
O Presidente Manoel Lima, fez um informe geral das conquistas do sinteac nestes últimos três anos e planos para fortalecer a luta dos trabalhadores em educação ressaltando o empenho e a participação dos núcleos do sinteac no estado e seus representantes, em especial o núcleo de Tarauacá que tanto contribuiu e vem contribuindo para que sejam alcançado estas conquistas. Dentre eles podemos destacar:
• A evolução salarial dos trabalhadores em educação apoio administrativo N1-25h acumulado de 2005 a 2010 onde estes tinham um salário de R$: 250,00 e passaram para R$: 560,00. Ganho percentual acumulado de 60%.
• Evolução salarial dos trabalhadores em educação apoio administrativo N2-30h acumulado de 2005 a 2009 onde estes tinham um salário de R$: 550,00 e passaram para R$: 678,00. Ganho percentual acumulado de 23,33%. Mais abono de R$: 50,00.
• Evolução salarial dos professores P1-30h acumulado de 2005 a 2009 onde estes tinham um salário de R$: 550,00 e passaram para R$: 707,00. Ganho percentual acumulado de 26,76%. Mais o pagamento de VDP de R$: 937,00 dividido em duas parcelas R$: 468,50 + 468,50 = 937,50 e pagas no mês de junho e dezembro. O que corresponde a um aumento de 10,22% em relação ao piso de 2010 e 11,04% em relação ao piso de 2009.
• Evolução salarial dos professores P2-30h acumulado de 2005 a 2009 onde estes tinham um salário de R$: 1.400,00 e passaram para R$: 1.675,79. Ganho percentual acumulado de 19,70%. Mais o pagamento de VDP de R$: 2.300,00 para 20h o que corresponde a um aumento de 11,44% em relação ao piso de 2008. E de R$: 1.840,00 para 16h o que corresponde a um aumento de 9,15% em relação ao piso de 2008, ambos divididos em duas parcelas e pagas no mês de junho e dezembro.
• Reajuste salarial para diretores e coordenadores diretor: R$: 4.673,00 independente da tipificação da escola. Coordenador de ensino R$: 2.307,00 e coordenador administrativo R$: 1.029,00. Estes nos mesmo moldes do pagamento da VDP para os professores, ou seja, em forma de prêmio sendo 20% desse valor já fixo.
• Isonomia salarial.
• Insalubridade.
• Adicional noturno.
• Pró-funcionário.
• Piso nacional.
• Aposentadoria especial para gestores.
• Faculdade.
• Reestruturação da casa do trabalhador.
• Reestruturação da sede administrativa.
• Reestruturação do clube.
• Fortalecimento dos núcleos.
• Fortalecimento da formação dos dirigentes.
• Fortalecimento da unidade dos trabalhadores.
• Fortalecimento patrimonial do sinteac.
Ainda não foi finalizada uma proposta de consenso entre sindicato e governo para os professores que se encontram a disposição ou trabalhando em outras áreas que não sejam na docência.
Finalizamos, dizendo que isto aqui apresentado é fato, e contra fato não há argumentos são conquistas dos trabalhadores não só conversa é fruto da união e empenho desta categoria que tanto nos orgulha e nos faz cada dia que passa termos mais vontade de lutar por dias melhores.
“PARTICIPAR DAS ATIVIDADES SINDICAIS É O REQUISITO PARA EXIGIR SEUS DIREITOS COMO SÓCIO”.
SINDICATO SOMOS NÓS NOSSA FORÇA E NOSSA VOZ.
ASSOCIE-SE... E VENHA PRA LUTA!

domingo, 25 de outubro de 2009

Concurso do Jovem Embaixador

Mais um estudante acreano vence o concurso. Acre classificou alunos em todas as edições que concorreu
A Embaixada Americana divulgou a lista final dos selecionados para participar do Intercâmbio Cultural Jovens Embaixadores 2010. Na oitava edição do programa, que leva estudantes carentes de escolas públicas aos Estados Unidos, 35 jovens de vários Estados foram classificados, entre eles o acreano Felipe Storch, 16, estudante do segundo ano da escola Lourival Sombra. Storch passará uma semana na capital americana, Washington D.C., participando de reuniões com autoridades, visitando monumentos históricos, museus e outras organizações. Após está etapa, ele segue para alguma cidade americana, onde ficará durante duas semanas hospedado na residência de uma família voluntária, frequentando aulas em uma High School, unidade de ensino correspondente a instituição de ensino médio brasileiro. O objetivo é fazer com que o aluno conheça a realidade do jovem estudante americano e também realize apresentações sobre o Brasil.
Este programa incentiva o intercâmbio cultural, além de proporcionar estudantes de baixa renda oportunidades de fazer um mergulho mais profundo na língua inglesa. “Terei a chance de mostrar o Acre para os americanos, isso me alegra muito. Sem falar do sonho que vou realizar que é conhecer o país. Quero compartilhar cada momento que tiver lá e, espero que consiga inspirar muitos outros acreanos a participar desse projeto magnífico”, declara Felipe Storch.
Para ser um jovem embaixador é necessário ter perfil de liderança, ser aluno de Ensino Médio, possuir excelência acadêmica, boa fluência oral e escrita na língua inglesa, estar engajado como voluntário em projetos sociais e ser de classe econômica menos favorecida. Os candidatos passam por quatro tipos de avaliações, a análise documental, prova escrita e oral, entrevista e visita à residência. A Secretaria de Estado de Educação é a responsável por todo processo de divulgação, seleção e inscrição dos alunos interessados pelo intercâmbio.
O programa não tem custo financeiro algum para os participantes, já que é patrocinado pelo governo dos EUA e conta com o apoio de algumas empresas. O programa tem o apoio também do Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Educação (CONSED) e dos centros binacionais Brasil-Estados Unidos. O Acre entrou para o programa em 2005, graças à parceria realizada entre a Secretaria de Educação e a Embaixada, e desde então nunca deixou de enviar estudantes.

Sindicato dos Trabalhadores em Educação comemora adesão de plano de saúde mais barato do Estado

 Entre as conquistas que o Sindicato dos Trabalhadores em educação do Estado do Acre (Sinteac) vêm comemorando nos últimos anos, o presidente da entidade, Manoel Lima, anunciou na última sexta-feira o convênio com a Unimed/AC, pelo qual oferecerá a todos os sócios e filiados do Sinteac um plano de saúde bem mais acessível ao bolso em relação aos concorrentes do mercado. Segundo Lima, essa é uma conquista e oportunidade para a categoria dispor de um pouco mais de segurança em coberturas médicas, já que o sistema público de saúde do Estado, ainda deixa muito a desejar a população acreana. E contou também, que haverá outras negociações com a instituição, para que está possa se comprometer com a entidade em manter preços melhores, além de prazos maiores para reajustes típicos do plano.
   “Tudo que queremos é oferecer um plano de saúde digno ao bolso de cada servidor, e a Unimed foi sensível a categoria, e nos proporcionou está conquista. Sabemos que nosso sindicato é o maior do Estado, mas que 60% dos nossos associados dispõem de salários bem mais humildes, como é o caso dos vigias e merendeiras. Por tanto, os esforços feitos pelo sindicato é para que esse plano seja sucessivo a essas pessoas, inclusive baseado no salário delas”, destaca.
    O presidente do Sinteac criticou a saúde pública do Estado dizendo que ela ainda não atende as necessidades dos acreanos, por isso muitas pessoas precisam recorrer cada vez mais aos planos de saúde particular, para que assim possam sentir mais proteção quando necessitarem de atendimento médico.
    “Fora esse convênio, buscamos também outras alternativas que já acontece em outros Estado, ou seja, um plano de saúde que o governo do Estado possa ter essa contra-partida que chamamos de auxilio saúde. Com isso as pessoas mais humildes podem ser contempladas com um plano de saúde melhor, e condizente com a sua situação financeira”,
    O Sinteac conta hoje com mais de 13 mil filiados.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

PALAVRA DE LINEIDE

PALAVRA DO LINEIDE!


Segundo o secretário municipal de finanças da prefeitura municipal de Tarauacá Senhor: ULINEIDE BENIGNO, este informou que o concurso publico municipal será realizado ainda este ano e que até o dia 10 do mês de novembro receberá parecer favorável do ministério publico do trabalho para somente assim lançar o edital sendo este para diversas áreas da educação, saúde, administração e outros.



NOVA TABELA SALARIAL DOS PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL

ACESSE AQUI

NOVA TABELA SALARIAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE APOIO ADMINISTRATIVO

ACESSE AQUI

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

NA PRESÃO: Sinteac realiza Assembléia e Prefeitura manda fazer folha de pagamento conforme acordo firmado com a entidade.

Os funcionários da Educação Municipal se reuniram hoje no auditório do Sinteac, em nova assembléia convocada pela direção da entidade.
O movimento dos Trabalhadores em Educação tinha como objetivo pressionar o Governo do Município a mandar para a Câmara de Vereadores, o Projeto de Lei que autoriza o Prefeito a conceder as melhorias salariais da categoria, fruto de um acordo firmado, ainda no mês de junho, entre Prefeitura e Sinteac, na data base da categoria.
Antes de iniciar a Assembléia, marcada para as 10 horas da manha, dirigentes do Sinteac foram até a Prefeitura e conversaram com o Secretário de Finanças, Sr. Lineide Benigno. Do Secretário os dirigentes obtiveram a informação de que a Folha de Pagamento dos Servidores da Educação já estava sendo produzida com as mudanças, frutos do acordo firmado, que o Projeto de Lei já estava pronto e que seria encaminhado para a Câmara de Vereadores.
O Secretário, que falou em nome do prefeito Vando, pediu desculpas pelo atraso, alegou que a carga de trabalho era muito grande e que o acordo assinado entre o prefeito e o Sinteac seria cumprido.
Os vereadores do PCdoB, Manoel Monteiro e Luis Meleiro garantiram que todos os vereadores já manifestaram apoio aos trabalhadores e que logo que o projeto seja encaminhado á Câmara, será aprovado em regime de Urgência.
Na Assembléia a Direção do Sinteac e os funcionários decidiram aguardar até a data do pagamento do mês de outubro (próxima semana) e marcar nova reunião.
Os funcionários estavam dispostos a radicalizar se o acordo não fosse cumprido. Ameaçavam inclusive, suspender o ano letivo. (texto e fotos Accioly)










































assembléia geral do municipio

É hoje 22/10/2009! Assembléia geral dos trabalhadores em educação da rede municipal.
Horas: 10:00h
Local: Auditório do sinteac
Pauta: Deliberar sobre acordo de reajuste salarial firmado com a prefeitura de tarauacá com os trabalhadores em educação ainda no mês de julho que não foi cumprido.

SINTEAC GANHA AÇÃO NA JUSTIÇA

SINTEAC GANHA AÇÃO NA JUSTIÇA

Manoel Lima diz que Estado tem prazo determinado para depositar honorários periciais em conta judicial
Presidente do Sinteac faz apelo para que o governo e as prefeituras encontrem melhor forma de negociar, “Existem alguns direitos legítimos que não eu sei por que os governos, sejam de qualquer esfera, não reconhecem, mesmo entendendo a legitimidade dos direitos adquiridos do servidor. E quando se chega a esse impasse, só existe uma saída: Justiça. Nossa gestão respeita os princípios de que direito é direito e lei não se discute, cumpre-se.”
O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac), Manoel Lima, informou na manhã de ontem que o Estado tem um prazo determinado pela Justiça para depositar os honorários periciais em conta judicial para o perito se dirigir às escolas dos municípios que ganharam na Justiça o direito da realização do laudo pericial para avaliar a insalubridade desses funcionários, a fim de que possam fazer jus ao benefício.
“O Estado já é obrigado pela Justiça a gastar dinheiro com custas processuais. O que quero deixar claro aqui é que, se talvez o Estado não tivesse cometido o erro de ficar brigando com o Sinteac judicialmente desde 1999 até agora, o dinheiro que ele gastou recorrendo dava para pagar o retroativo de todo mundo, além de garantir muitos anos de adicional”, pontua.
Segundo Lima, o Estado inicia o que determina a Justiça, tendo que pagar mais de R$ 270 mil só para fazer laudo pericial mais custas processuais. O presidente do Sinteac faz o apelo para que o governo do Estado e as demais prefeituras que ainda não negociaram com o sindicato possam encontrar a melhor forma para negociar o que é de direto dos professores e funcionários de escolas, pois os acordos precisam ser realizados de forma diplomática, não necessariamente pela via judicial.
“Isso é uma briga desnecessária, pois não adianta o governo comprar essa briga com o Sinteac, já que ganhamos o adicional noturno, além de outras conquistas, por isso o adicional de insalubridade não será diferente. Queremos evitar um desgaste maior e evitar que o dinheiro público seja gasto indevidamente. É hora de chegar em um acordo amigável”, conclui.
Segundo a Constituição Federal, art. 7º, inciso XXII, todo trabalhador que desenvolve atividades consideradas penosas, insalubres ou perigosas na forma da lei têm direito de receber adicional de insalubridade em seus vencimentos. “Serão consideradas atividades ou operações insalubres aquelas que, por sua natureza, condições ou métodos de trabalho, exponham os empregados a agentes nocivos à saúde, acima dos limites de tolerância fixados em razão da natureza e da intensidade do agente e do tempo de exposição aos seus efeitos”, reza o artigo 189 da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).

terça-feira, 20 de outubro de 2009

PROTESTO: SERVIDORES DA EDUCAÇÃO MUNICIPAL AMEAÇAM SUSPENDER O ANO LETIVO E OCUPAR A PREFEITURA..




Servidores estão revoltados

O acordo firmado entre o Sinteac e a Prefeitura no processo de data-base deste ano de 2009, pode acabar em suspensão do ano letivo nas escolas da rede municipal.
Tudo porque o Prefeito, até agora, não enviou para a Câmara de Vereadores o Projeto de Lei que autoriza o aumento salarial dos servidores municipais.
O Presidente, Professor João Maciel informou que o sindicato vai realizar uma assembléia com os servidores, na próxima quinta feira, para discutir a situação.
Ainda segundo o presidente, os Trabalhadores cumpriram sua parte no acordo. Suspenderam a paralisação, retornaram para as escolas e estão trabalhando aos sábado para cumprir o calendário escolar. Até esta data a prefeitura ainda não se manifestou em cumprir seu compromisso no acordo.
Os trabalhadores poderão marcar uma nova manifestação pública para anunciar a suspensão do ano letivo e ocupação do prédio da prefeitura.
A assembléia acontece na próxima quinta feira, as 10 horas no auditório do Sinteac.



Uma nova manifestação pública pode acontecer esta semana.

SINDICATO ENCARA GOVERNO

SINTEAC X GOVERNO DO ESTADO.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação, fará nesta quiunta-feira mas uma rodada de reunião com seus dirigentes de nucleos e a equipe de negociação do Governo do Estado para tentar chegar a um acordo a respeito do reajuste salarial, para os professores não docentes, que ora fora prometido e acordado na ultima negociação com o Governo, sendo que este era para o mês de agosto e até hoje não se chegou a um entendimento por parte do Governo.
"o fato é que já está se tornando uma bola de neve e precisamos resolver este imediatamete pra não causarmos maiores prejuizos aos trabalhadores, achamos justo e concordamos com o pagamento da regência de classe mas também queremos ganho salarial para toda a categoria, chega de brincadeira e falta de palavra, não somos moleques, acordo é acordo" destaca o presidente João Maciel.
A Direção!

ASSEMBLEIA GERAL DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO DA REDE MUNICIPAL

CONVOCAÇÃO
O SINTEAC CONVOCA TODOS OS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO DA REDE MUNICIPAL, PARA UMA ASSEMBLEIA GERAL QUE SE REALIZARÁ NESTA QUINTA-FEIRA, DIA 22/10/2009. AS 10:00h. NO AUDITÓRIO DO SINTEAC.
PAUTA: DELIBERAÇÃO SOBRE O ACORDO FIRMADO COM A PREFEITURA DE REAJUSTE SALARIAL DA DATA-BASE DE 2009.

CONTAMOS COM SUAS PRESENÇAS, NÃO FALTE.
AGRADECE A DIREÇÃO.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

VAMOS REABRIR A ACADEMIA

hidroginática

Avisamos aos associados do Sinteac que estão abertas, durante toda essa semana, as inscrições para realização de atividades físicas na academia da entidade.

As atividades de Musculação, Localizada e Hidroginástica serão oferecidas a partir do dia 26 de outubro.

Horários de atendimento para inscrições:
Manhã: das 09 às 11 horas
Tarde: das 14 às 16 horas

Para inscrição o associado ou associada deverá apresentar seu último contracheque.

Maiores informações: 3462 1629 ou na sede do Sinteac

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

AULAS DE MÚSICA: INSCRIÇÕES ABERTAS NO SINTEAC


Avisamos aos associados do Sinteac interessados em matricular-se ou matricular seus dependentes nas aulas de teclado e violão oferecidas pelo Sindicato, que as matriculas estarão abertas do período de 19 a 23 de outubro (de segunda a sexta feira) nos horários de 09 as 11 e das 14 as 16 horas na sede do Sinteac.

Observações importantes:

1. As inscrições, o material e as aulas são gratuitos;

2. No ato da inscrição, o(a) associado(a) deve apresentar o seu último contracheque;

Agradece

Raimundo Accioly

Coordenador do projeto





quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Você sabe como surgiu o Dia do Professor?




O Dia do Professor é comemorado no dia 15 de outubro. Mas poucos sabem como e quando surgiu este costume no Brasil.

No dia 15 de outubro de 1827 (dia consagrado à educadora Santa Tereza D’Ávila), D. Pedro I baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, “todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras”. Esse decreto falava de bastante coisa: descentralização do ensino, o salário dos professores, as matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até como os professores deveriam ser contratados. A idéia, inovadora e revolucionária, teria sido ótima - caso tivesse sido cumprida.

Mas foi somente em 1947, 120 anos após o referido decreto, que ocorreu a primeira comemoração de um dia dedicado ao Professor.

Começou em São Paulo, em uma pequena escola no número 1520 da Rua Augusta, onde existia o Ginásio Caetano de Campos, conhecido como “Caetaninho”. O longo período letivo do segundo semestre ia de 01 de junho a 15 de dezembro, com apenas 10 dias de férias em todo este período. Quatro professores tiveram a idéia de organizar um dia de parada para se evitar a estafa – e também de congraçamento e análise de rumos para o restante do ano.


O professor Salomão Becker sugeriu que o encontro se desse no dia de 15 de outubro, data em que, na sua cidade natal, professores e alunos traziam doces de casa para uma pequena confraternização. Com os professores Alfredo Gomes, Antônio Pereira e Claudino Busko, a idéia estava lançada, para depois crescer e implantar-se por todo o Brasil.

A celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto definia a essência e razão do feriado: "Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias".