quinta-feira, 30 de julho de 2009

TABELA DOS SERVIDORES DE APOIO DA REDE ESTADUAL APÓS NEGOCIAÇÕES 2009.

























CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR





TABELA DA VDP - VALORIZAÇÃO DE DESEMPENHO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES DA REDE ESTADUAL APÓS NEGOCIAÇÕES - 2009











CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

TABELA DOS PROFESSORES P2 (NÍVEL SUPERIOR) DA REDE ESTADUAL APÓS NEGOCIAÇÕES - 2009





CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

TABELA DOS PROFESSORES P1 (NÍVEL MÉDIO) DA REDE ESTADUAL APÓS NEGOCIAÇÕES - 2009









CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

- A aplicação desta proposta para professores do quadro permanente será retroativo a janeiro e aos provisórios retroativo a do contrato.


TABELA DOS SERVIDORES DE APOIO DA REDE MUNICIPAL APÓS NEGOCIAÇÕES - 2009










































CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

TABELA DOS PROFESSORES MUNICIPAIS APÓS FECHAMENTO DAS NEGOCIAÇÕES EM 2009.











CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

quarta-feira, 29 de julho de 2009

BLOG DO PROFESSOR JOÃO REGO.

Sexta-feira, 24 de Julho de 2009

ESCOLA TUPANIR REALIZAR A FEIRA DA BUGIGANGA EM 24/07/09

Projeto realizado pelos os alunos da EJA do módulo III.





Filha da Moça.


Moça e Natividade desfilam representando os professores e funcionários da escola.
Feira da bugiganga na hora das vendas.
Natividade vai pular do pula-pula mas, cai logo e sai.
As meninas que desfilaram.

A ESCOLA TUPANIR REALIZOU MAIS UMA FEIRA DA BUGIGANGA NESTA SEXTA-FEIRA, DIA 24/07/09, ONDE TIVEMOS MUITAS ATRAÇÕES COMO: VENDAS DE BIJUTARIAS, ROUPAS, COMIDAS, BINGO, DANÇAS DE BOATES, PULA PULA E MUITAS OURAS ATRAÇÕES QUE CHAMOU ATENÇÃO DA COMUNIDADE E DAS CRIANÇAS E ADULTOS EM GERAL. A ESCOLA VEM PROCURANDO DESENVOLVER A SOCIALIZAÇÃO DE MANEIRA DEMOCRATIVA, ONDE PODE ENVOLVER TODA A COMUNIDADE ESCOLAR.
PARABÉNS DIRETORA E TODA A SUA EQUIPE GESTORA, PAIS E ALUNOS E OS CONVIDADOS QUE AJUDARAM QUE ACONTECESSEM ESTA FESTA MARAVILHOSA.

EM BREVE PUBLICAREMOS AS TABELAS DAS REDES ESTADUAL E MUNICIPAL.

ASSEMBLÉIA DOS ESTADUAIS.













terça-feira, 14 de julho de 2009



Divulgado finalistas do Prêmio Gestão Escolar 2009





A edição 2009 do Prêmio Estadual de Referência em Gestão Escolar já possui seus finalistas. Os nomes das dez escolas classificadas foram divulgados na tarde desta segunda-feira,13, pela equipe avaliadora dos trabalhos, que no período de 6 a 10 de julho analisou os 26 trabalhos inscritos para concorrerem ao maior prêmio educacional do Acre.
Composta por representantes da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), Colegiado de Diretores de Escolas Públicas Estaduais (Codep), Sindicatos dos Trabalhadores em Educação do Acre e (Sinteac), Sindicato dos Professores Licenciados e do Conselho Estadual de Educação a equipe observou nesta primeira etapa itens como o plano de melhorias da instituição, relatório do processo de auto-avaliação, justificativa da candidatura, entre outros.
As próximas ações já acontecem na quarta-feira, 15, com as visitas nas unidades classificadas para que o comitê avaliador conheça as experiências das escolas e façam um amplo processo de julgamento, no qual se avaliará questões relativas às gestões pedagógicas, participativas, de pessoas, resultados educacionais e de serviços. De acordo com o diretor de gestão da SEE, Jean Mauro, a iniciativa desta ação tem contribuído de maneira significativa nos índices de avaliação das escolas públicas do Estado. “As instituições que efetivamente estão à frente dos indicadores como por exemplo, Prova Brasil e Ideb, conseguem em sua maioria conquistar bons resultados”, destaca.
Este ano, o Prêmio Estadual de Referência em Gestão Escolar completa seu décimo aniversário e para comemorar a data, a Secretaria de Educação juntamente, com os parceiros promete realizar uma grande festa no dia da cerimônia de entrega do prêmio, marcada para 05 de agosto, em local ainda não definido. “Estamos planejando uma homenagem às instituições que ganharam o prêmio desde sua criação ”, revela Jean Mauro.
O Prêmio Estadual de Referência em Gestão Escolar é mais uma forma de estimular a melhoria da gestão escolar e a qualidade do ensino desenvolvido no sistema público do Estado do Acre e tem como meta, estimular a melhoria do desempenho da escola pública e o sucesso da aprendizagem dos alunos, identificando e reconhecendo estabelecimentos de ensino que estejam desenvolvendo boas práticas de gestão.

ESCOLAS FINALISTAS
Maria Raimunda Balbino
Monteiro Lobato
Clínio Brandão
Luíza Batista de Souza
Georgete Eluan Kalume
Prof. Tupanir Gaudêncio
Rosaura Mourão da Rocha
Dr.Djalma da Cunha Batista
Pastorinhos
Luiz Antônio Meirim Pedreira
Parabéns aos gestores e gestoras e suas equipes pedagógica das escolas de Tarauacá.

sexta-feira, 10 de julho de 2009

VITÓRIA: CATEGORIA ACEITA PROPOSTA DO GOVERNO EM ASSEMBLÉIA REALIZADA EM RIO BRANCO

Os trabalhadores da educação aprovaram a proposta do governo do Estado na assembleia do final da tarde de ontem, no colégio estadual Barão do Rio Branco (CEBRB).

Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sinteac), Manoel Lima, a categoria aceitou o acordo, pois houve avanços nos quatro pontos que tinham sido contemplados em negociações anteriores, entre eles, o reajuste da área administrativa das escolas, ou seja, níveis 1 e 2.

“Conseguimos contemplar, também, os aposentados e os assessores pedagógicos, além da implantação do piso nacional de R$ 1.132 até para os professores temporários”, explicou o sindicalista.

Com o fim da mobilização trabalhista, os trabalhadores começam a receber os aumentos de forma retroativa, sendo a partir de 1º de janeiro para os professores que tenham apenas o nível médio e, a partir de junho, para o setor administrativo.

“O nível 2 terá os R$ 50 de abono, além de 5% de aumento e o reenquadramento em outra letra, tendo até o final do ano 15% a mais no salário, então a categoria está sendo contemplada”, afirmou Manoel Lima. (Freud Antunes)

Fonte: A Tribuna

quarta-feira, 8 de julho de 2009

A LUTA ESTADUAL DO SINTEAC: ASSEMBLÉIA AMANHÂ EM RIO BRANCO

Trabalhadores em Educação fazem assembléia amanhã

GEISY NEGREIROS

Depois de muitas discussões e mal entendidos, a equipe de governo voltou a negociar com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinteac) esta semana. Com os ânimos acalmados, o indicativo de greve foi suspenso e uma nova proposta foi apresentada ao sindicato, que colocará à apreciação da categoria na tarde desta quinta-feira durante assembléia geral na quadra do Colégio Barão do Rio Branco (Cerb).

De acordo com Manoel Lima, presidente do Sinteac, os avanços na última proposta foram significativos, atingindo mais de 80% da pauta de reivindicações. Ele acredita que dificilmente será rejeitada pela categoria. “Essa proposta só terá validade se for aprovada pelos trabalhadores. A palavra final será da categoria. Mas, depois de todos os avanços que tivemos imagino que dificilmente essa proposta será rejeitada”, disse.

Entre os avanços conquistados na última negociação está o aumento do piso salarial para o grupo 1, que sairá de R$ 420 para R$ 525, podendo aumentar numa segunda etapa para R$ 560, sendo extensivo a aposentados e pensionistas, com o pagamento a partir do mês de julho, retroativo a maio.
Outro item importante, segundo Lima, é que além do avanço no piso nacional para professor, o nível médio também terá participação no percentual destinado à valorização profissional que é de R$ 937. A equipe do governo aprovou ainda a proposta apresentada pelo sindicato de antecipar 50% do valor fixo do Prêmio de Valorização e Desenvolvimento Profissional, com aplicação a partir de julho deste ano.

Pela proposta ficou acertado também que será elaborado até o mês de agosto um quadro salarial para dirigentes e assessores escolares. E ainda que serão ampliados de 120 para 160 as vagas na faculdade, com início no mês de setembro deste ano, sendo mais 160 vagas a serem distribuídas no mês de janeiro e setembro de 2010.

Além disso, o Plano de carreira da categoria será reformulado até setembro deste ano para corrigir, segundo Lima, as injustiças dentro da categoria.

FONTE: A GAZETA

sábado, 4 de julho de 2009

GREVE SUSPENSA: Trabalhadores em Educação da Rede Estaual suspendem a greve prevista para segunda dia 06 de julho.

SÁBADO, 4 DE JULHO DE 2009


Os trabalhadores da educação decidiram suspender a greve prevista para segunda-feira e retomaram as negociações com o governo do Estado. A categoria teria recuado depois que o governador Arnóbio Marques ameaçou retirar as propostas, além de ter afirmado que trataria os professores como um pai trata uma criança.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sinteac), Manoel Lima, afirmou que, depois da ameaça de paralisação, a equipe técnica do Estado decidiu flexibilizar, apresentando uma nova contraproposta.

“Nessa proposta, os aposentados e os assessores pedagógicos recebiam aumentos retroativos a 1º de julho, e os professores que possuem apenas o nível médio receberiam o piso nacional de R$ 1.132, 40, tendo até o retroativo de janeiro”, detalhou o sindicalista.

Na assembléia no final da tarde de ontem, os trabalhadores decidiram dar 15 dias para que uma seja finalizada a negociação. Caso não haja um acordo, a categoria promete entrar em greve a partir do próximo semestre.

Na última tabela apresentada pelo governo, os professores teriam um reajuste médio de R$ 80, além de R$ 50 de abono para o setor administrativo. (Freud Antunes)

DIRIGENTES DO NÚCLEO DO SINTEAC EM TARAUACÁ estarão durande todo o final de semana conversando com diretores das escolas e, publicando nos meios de comunicações locais, o anúncio da suspensão da greve.

Sinteac decide pela suspensão da greve e retomar negociação com governo

Representantes da categoria voltam a conversar na próxima segunda-feira sobre avanços nas propostas apresentadas pela administração estadual e escolas funcionarão normalmente

Em assembleia realizada na tarde desta sexta-feira, 03, no Colégio Barão do Rio Branco, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre junto ao Conselho de Diretores decidiu pela suspensão da greve que estaria prevista para iniciar na próxima segunda-feira nas unidades de ensino do estado.

A negociação, que em nenhum momento foi suspensa pelo Governo do Estado, chegou a avançar em vários pontos. Das dez principais reivindicações da categoria, o governo sinalizou de forma positiva em oito delas. Isso inclui a elevação do piso para pessoal de apoio de R$ 420 para R$ 525 (R$ 60 a mais do que o valor do salário mínimo), e de nível médio de R$ 628 para R$ 707, retroativo a maio e janeiro respectivamente. Um reajuste que supera o índice de inflação do país. O governo ainda garantiu o pagamento do piso nacional de R$ 950 para professores do nível médio.

Já para os de nível superior, a proposta apresentada pelo governo propõe o repasse de R$ 2.300 em forma de prêmio, como um 14ª salário que seria pago em duas parcelas: uma em dezembro e outra em junho. A medida seria uma forma de valorizar aqueles professores que estão em sala de aula, já que hoje o governo tem uma alta despesa para contratação de professor substituto que preenchem a vaga dos efetivos que estão fora da escola.

A categoria ainda reivindica a garantia de formação em nível superior para os servidores de apoio administrativo que só possuam nível médio, assim como o governo fez com os professores.

Segundo o assessor especial do governo, Francisco Nepomuceno, o Carioca, com a proposta de suspensão da greve, a negociação terá continuidade a partir da próxima segunda-feira, em uma reunião já agendada com representantes da categoria. "Nossa proposta é chegar em um consenso para que possamos levar o projeto à votação na Assembleia Legislativa antes do recesso parlamentar que começa no dia 15 de julho".


Fonte: Agência de Notícias do Acre


sexta-feira, 3 de julho de 2009

SINTEAC DE TARAUACÁ CONCLAMA SERVIDORES ESTADUAIS PARA GREVE NA SEGUNDA FEIRA

CARTA AOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO DA REDE ESTADUAL

Companheiros e Companheiras

A partir desta segunda feira, 06 de julho, os Trabalhadores em Educação de todo o estado decidiram suspender as atividades por tempo indeterminado.

A decisão foi tomada em assembléias realizadas pelo nosso sindicato nos municípios.

A assembléia de Tarauacá foi realizada no último dia 1º de julho e nossa categoria presente decidiu aderir ao movimento, seguindo os demais municípios.

A paralisação se dá como forma de pressão para que o Governo Estadual atenda nossas reivindicações. As negociações com o governo não avançaram.

A principal reivindicação da categoria é o reajuste salarial. Queremos garantir melhorias salariais para todos.

As negociações se arrastam desde março e já estamos em julho e não se definiram.

O Sinteac não é e nunca vai ser “braço de Governo” e nem vai ser pautado com política, com números e com dados governamentais.

O papel dos governos é cuidar da sociedade e aplicar honestamente e com inteligência os recursos dessa sociedade. E, não deve ser considerado um governo bom só por isso. É o mínimo que se espera deles.

O Sinteac luta e preserva os direitos conquistados pela nossa categoria, com muito sacrifício, ao longo da história do nosso Acre.

Governo é governo e Sindicato é Sindicato. Os interesses são de classe e de poder. Patrão é patrão, Trabalhador é trabalhador.

Conclamamos a nossa categoria a entender esse momento e fazer a sua parte. Vamos enfrentar dificuldades. Não há vitória sem luta.

Segunda feira, 06 de julho, vamos parar por tempo indeterminado.

Diretoria do Núcleo de Tarauacá