quinta-feira, 21 de maio de 2009

Sinteac promove debate contra violência nas escolas

Lane Valle - lanevalle@pagina20.com.br   
21-Mai-2009
Sindicato quer constituir comissão permanente de discussão

sinteac_conta_a_violncia__6_rs_.jpg

Aconteceu na manhã de ontem, no auditório da escola Armando Nogueira, um encontro promovido pelo Sindicato dos Trabalhadores do Acre (Sinteac) com gestores e coordenadores de ensino para  realizar o debate contra violência nas escolas. O tema está preocupando alunos e professores, pois a onda de violência que vem ocorrendo nas últimas semanas em alguns estabelecimentos públicos de ensino da capital vem assumindo proporções tais que a escola não sabe que medidas tomar para solucionar o problema.

De acordo com o presidente do Sinteac, Manoel Lima, o sindicato convidou mais de 140 escolas para participar do debate contra a violência nas escolas, para que todos pudessem relatar a real situação vivida em sala de aula. Ele afirma que não estão procurando culpados, mas soluções para o problema.

“Precisamos sensibilizar o governo do Estado e o prefeito de Rio Branco a criar conselhos em vez de CPI, pois sindicância nas escolas não vai resolver o problema, e a solução, certamente não está em apontar culpados. É necessário um acompanhamento especial, realização de palestras preventivas, por esses jovens com psicólogos, e fazer uma triagem dos alunos que demonstram agressividade dentro das escolas. A violência muitas vezes que vem de casa acaba refletindo na sala de aula”, ressalta.

sinteac_contra_a_violncia_1_rs_.jpg

A preocupação do sindicato é que nesse momento se possa constituir uma comissão permanente de discussão sobre a violência nas escolas, para achar respostas tanto para os educadores como os pais, que estão aflitos pela violência que vem ocorrendo dentro das escolas.

“Precisamos diagnosticar o problema, pois, fazendo isso, encontrar o remédio se torna bem mais fácil”, conclui Lima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário