quarta-feira, 29 de abril de 2009

DATA-BASE ESTADUAL: NEGOCIAÇÕES COM O GOVERNO DO ESTADO AVANÇAM


O movimento já nos garantiu que no mês de junho a julho teremos 300 novas vagas para o pró-funcionário e Março de 2010 mais 350 vagas, fechando as 1500 vagas conforme acordado o ano passado.
A regência de Classe, segundo o governo esta fazendo um estudo diagnóstico, não nos garantiu data para este ponto. Contudo, defini o inicio de para as negociações das pautas da educação no dia 8 de Maio.
Quanto o Piso Nacional Salarial do Magistério definiu até o fim do mês de Maio para implantar o piso, quando se encerra as negociações das pautas reivindicadas.
A revisão do PCCR, que resolverá o problema do reenquandramento, carga horária iguais, aposentadoria e todas as distorções existentes no nosso plano não avançaram em definir data nos mês de Maio. O governo diz que vai discutir durante o restante do ano e que no dia 31 de Dezembro está concluído.
Quanto à pauta dos gestores escolares (gestor, coordenadores, administrativos e ensino) também foi incluída no período de negociação no mês de Maio.
A faculdade de funcionários o governo volta com o mesmo discurso, o compromisso vai ser cumprida, mas que esta com esta com problema jurídico porque não pode fazer seleção fechada somente para funcionários da escola, mas que está buscando uma solução jurídica junto a Procuradoria do Estado.

Trabalhador não tenha medo de vir lutar com a direção de seu sindicato, precisamos garantir nossa parte nos recursos do estado, não vamos aceitar desculpas de crise econômica.


Trabalhador Unido faz a diferença.

Nenhum comentário:

Postar um comentário